Descubra o que é eating time

Descubra o que é eating time

Todo casal quer que sua festa de casamento seja única e especial. É por isso que eles passam meses organizando o evento, contratam equipes para auxiliar e investem muito tempo e dinheiro em detalhes. E um desses detalhes pode ser o eating time. Se você nunca ouviu falar nisso, descubra o que é eating time e se ele combina com seu casamento.

Dicas sobre o que servir na festa de casamento

Fonte: Enchanted Brides.

Geralmente, quando chegamos a uma festa de casamento, os garçons já estão prontos para servir as bebidas e, logo em seguida, coquetéis e entradas. O convidado recebe tudo pronto e finalizado, podendo geralmente desfrutar de algumas opções de salgados, canapés, finger foods, dentre outros. Esse é o formato mais tradicional de buffet e que sempre esperamos encontrar em qualquer evento.

O eating time busca ser um formato diferente, em que os convidados têm alguma participação na elaboração de seus pratos. Depois que a festa já começou há algum tempo, uma ilha (ou mais de uma) é aberta aos convidados, que ficam sabendo o que há para comer e ainda podem escolher na hora como será a finalização de seus pratos.

Esse novo formato busca trazer a cozinha, que geralmente fica escondida, para o centro da festa, tornando-se uma das atrações principais do evento. Além disso, os convidados ficam realmente impressionados quando percebem que poderão escolher não só o que comer, mas alguns detalhes que fazem com que cada prato seja único.

Essa cozinha, que é montada no meio da festa, fica aberta até o final do evento servindo os convidados das combinações que eles escolherem, mesmo que ela seja muito inusitada. O formato do eating time permite que se sirva uma grande variedade de opções, que são muito bem aproveitadas pelos convidados.

Comida para festa de casamento

Fonte: Cherry Blossom Events.

Dessa forma, quem desejar comer apenas a entrada e pular para a sobremesa não precisa ficar esperando todo o serviço de jantar para comer. Há também quem goste de repetir pratos e às vezes fique com vergonha de pedir mais ao garçom. Tudo isso fica resolvido pelo sistema do eating time, e ainda há a vantagem de cada um escolher alguns detalhes que vão ao prato.

É possível combinar o eating time com outros estilos de serviço. Por exemplo, começar o casamento com um coquetel e deixar os pratos principais e sobremesas por conta do eating time. Outra opção é servir no estilo eating time combinações de finger foods, o que permite que os convidados façam ainda mais combinações de pequenas porções.

Ter uma série de itens à disposição dos convidados, que podem ser combinados de acordo com seu gosto pessoal, não só é surpreendente, mas também evita desperdícios. Afinal, com cada um responsável pela montagem e finalização de seu próprio prato, a probabilidade de entrar algo nele que não agrade a pessoa é mínima.

Além disso, todo mundo gosta de se sentir parte integrante e importante do evento e esta é uma forma de cada convidado deixar sua marca neste momento. Fica difícil esquecer um prato que você mesmo montou em um casamento e que foi finalizado com beleza e primazia na sua frente durante a festa.

Descubra o que é eating time

Fonte: Wedding Planner Magazine.

Outra vantagem do eating time é que ele dá um toque especial de informalidade ao evento, deixando-o mais descontraído, leve e relaxado. Quem não quer um evento muito formal, mas gostaria de manter alguns toques tradicionais no casamento, pode encontrar neste serviço de buffet o que faltava para transformar o evento em algo único.

Agora que você já sabe bem o que é o eating time, fica bem mais fácil decidir se esta é uma boa opção para o seu próprio casamento.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *