Como convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento

Como convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento

Planejar um casamento é uma experiência única e trabalhosa, mas que vale a pena. E é claro que, ao longo dessa jornada, vão surgir muitas pessoas querendo opinar sobre o que você está fazendo. Os pais dos noivos, por exemplo, podem não saber a hora de parar, o que causa várias indisposições. Por isso, veja algumas dicas de como convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento.

Cerimônia de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Principalmente quando os pais estão pagando pelo casamento, muitos se sentem no direito de dar opiniões, fazer escolhas e impor suas próprias vantagens. Porém, mesmo quando são os próprios noivos que pagam pelo casamento, muitos pais se sentem no direito de se intrometerem em tudo. E isso não é bom nem saudável, pois o casal pode sentir como se os pais não confiassem em suas próprias decisões.

Em alguns casos, esse tipo de situação pode, inclusive, abalar a estrutura familiar, fazendo com que o casal se afaste dos pais num momento em que o natural seria todos estarem ainda mais próximos e unidos. Porém, quanto mais jovem o casal, mais difícil tende ser para eles lidarem com essas intromissões dos pais.

Por outro lado, os próprios pais nem sempre percebem o que estão fazendo e o quanto essa postura intrometida e autoritária está chateando seus filhos. Dizer a um adolescente que você não irá pagar por um supérfluo é uma coisa; dizer ao casal de noivos que eles não podem escolher um determinado item para o casamento porque não gostou é outra completamente diferente.

Há pais que sofrem muito com a saída de seus filhos de casa e buscam formas de reforçar esse contato que nem sempre são boas. Uma delas é se intrometer em assuntos relacionados ao casamento. Essas pessoas pensam que estão ajudando os filhos a tomar as melhores decisões possíveis. Porém, geralmente, acabam tentando impor suas vontades, deixando o casal ainda mais chateado.

Como convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

É claro que a experiência dos pais pode ajudar muito na organização de um casamento, mas querer impor suas próprias vontades achando que seu gosto pessoal é melhor que o dos noivos é uma estratégia que, dificilmente, dá certo. Muitos filhos gostam de ouvir as opiniões dos pais, mas a forma com as quais elas são dadas pode fazer toda a diferença.

Os pais precisam entender que os filhos não são mais crianças. Se os pais se propuseram a pagar pelo casamento ou não, eles devem confiar no bom gosto e boa administração financeira dos filhos. Afinal, se o casal está planejando se unir e começar a própria família é porque eles já têm maturidade suficiente para tomar suas próprias decisões.

O ideal para convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento é conversar muito com eles. Não deixe nenhuma situação que lhe incomoda passar sem que você avise que eles passaram dos limites. Assim vocês vão delimitando esse comportamento e fazendo com que a participação dos pais ocorra em momentos oportunos.

Um passo a passo pode ajudar os noivos a conversar com os pais:

1) Se já se decidiram casar, escolha o horário ideal para a conversa fluir sem o estresse da data mais próxima. Vale a pela lembrar que a proximidade da data e de quão envolvidos os pais estiverem pior será convencê-los de deixa-los mais livres;

2) Se um dos pais estiver ‘naqueles dias’ sem querer muita conversa, o casal de noivos deve optar por outro dia;

3) Usar o humor pode ser uma boa saída para quebrar o gelo. O sarcasmo deve ser evitado para não ferir ainda mais os sentimentos;

4) Use os amigos. Dizer que amigos mais próximos irão ajudar também pode ser uma opção. Cuidado para não ferir demais aqueles pais que se sentem tão próximos da vida dos filhos. A sugestão é sempre deixar algo para eles fazerem, sabendo que não influenciarão tanto no casório;

5) Quando um dos pais for mais sentimental, separem um tempo para conversar a sós e expor a necessidade de fazer do jeito de vocês;

6) Cada um pode conversar com os pais separadamente. Muitas vezes um dos pais não curtiu muito a escolha do par feita pelo(a) filho(a). Nesse caso, vale a pena conversar sozinha(o) com o parente separadamente e convencê-lo(a) de que tudo dará certo.

Simplesmente jogar opiniões e juízos de valor no ar não significa, necessariamente, estar fazendo uma contribuição para o casamento. Isso, muitas vezes, magoa e leva a discussões desnecessárias. É claro que os pais devem participar dos preparativos para o casamento, mas também devem expor suas opiniões de forma clara e quando elas forem solicitadas.

Preparação para o casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O momento de preparação de um casamento deve ser um tempo de união, pois também tende a ser os últimos meses em que os noivos moram com seus pais. E sair de casa brigado com pessoas que tendem a ser tão importantes nunca é bom, pois gera muito mal-estar e pode fazer, inclusive, com que os pais não compareçam ao casamento.

Convencer seus pais a não se meterem no planejamento do casamento não é difícil, mas pode exigir um diálogo bastante aberto e franco que não só vai melhorar a relação familiar de todos, como também vai preparar todos para o futuro.