Como realizar um casamento ao ar livre

Muitos casais têm optado por se casar ao ar livre. Isso porque esse tipo de evento não é só menos formal, como também conecta todos os presentes a natureza do entorno e ainda aproveita a iluminação natural, que é belíssima para as fotos. Se você também deseja estar em contato com a natureza nesta data especial, veja como realizar um casamento ao ar livre.

Casar ao ar livre

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Casais que desejam se casar ao ar livre devem estar preparados para marcar a data do evento nas épocas mais secas do ano. No Brasil, essa época costuma ser entre abril e setembro, que abrangem o outono e o inverno, ou seja, os meses mais frios do ano, o que pode ser uma vantagem em um país tropical e quente como o que vivemos.

Porém, realizar um casamento ao ar livre numa época de pouca chuva não significa que não vai chover. Por isso, é muito importante encontrar um espaço para realizar o evento que possua uma área coberta caso a previsão do tempo seja de chuva na data escolhida. Isso permite que não seja preciso transferir todo o casamento para outro local, causando mais gastos e um enorme transtorno.

Também é válido se precaver em relação ao calor, proporcionando mais conforto para os convidados se o dia estiver quente. Como o excesso de calor causa desidratação, ter muito líquidos disponíveis mesmo durante a cerimônia é bem importante. Além disso, arrumar o espaço para os convidados de sentarem na sombra também pode ser válido, assim como fornecer leques e sombrinhas.

Caso o tempo no dia do casamento esteja mais ameno ou frio, as bebidas geladas podem ser substituídas por bebidas quentes, como chocolates e cappuccinos. Ao invés de distribuir leques, ter algumas echarpes e pashminas pode proporcionar algum conforto para os convidados que não tenham levados agasalhos suficientes.

Como realizar um casamento ao ar livre

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Além de disponibilizar líquidos, providencie para que os convidados tenham sempre à mão protetor solar e repelente. Mesmo que no dia do casamento não esteja chovendo, uma semana chuvosa e quente pode fazer com que a proliferação de mosquitos aumente e que o calor se intensifique exatamente na data do seu evento. Por isso, previna-se.

Vale ressaltar que todos esses itens oferecem ótimas oportunidades de personalizar o evento. Um leque decorado com o monograma dos noivos, por exemplo, pode ser considerado uma ótima lembrancinha de casamento, pois os convidados podem levar para casa e utilizar novamente várias vezes, assim como uma squeeze personalizada.

É claro que a iluminação natural vai deixar suas fotos ainda mais lindas e o momento mais inesquecível, mas não se esqueça que o excesso de sol, mesmo que não esteja tão quente, pode ser um problema. Por isso, quem vai se casar de manhã deve dar preferência a horários até 11h. Quem vai se casar mais tarde pode preferir um evento após às 16h, quando o sol está mais fraco.

Também é preciso ter um pouco mais de cuidado com a decoração, principalmente com as flores, que ficarão mais expostas, o que pode fazer com que murchem ou fiquem com aparência de queimadas devido ao sol ou ao frio. Por isso, escolha plantas que se adaptem bem a diferentes temperaturas para que tudo fique lindo até a hora do casamento.

Casar na natureza

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Casamentos sempre precisam de sonorização e vale lembrar que nem equipamentos de som nem músicos podem ficar na chuva. Portanto, mesmo que a previsão seja de tempo firme, é necessário que os músicos ou o responsável pelo som tenha um local reservado e coberto e que todos os equipamentos também recebam algum tipo de proteção.

Com todas essas dicas de como realizar um casamento ao ar livre fica bem mais fácil organizar o evento dos sonhos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *