Posts

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

A tradição da noiva jogar o buquê para suas convidadas solteiras apareceu na França, no século 14, e perdura até hoje. Esse é, geralmente, um momento muito aguardado da festa (principalmente entre as moças solteiras) e que sempre rende alguma história engraçada. Mas, há formas de tornar este momento ainda mais especial. Veja como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida.

Hora do buquê

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Confira 8 dicas da Casuarinas para tornar a hora de jogar o buquê mais divertida:

1. Jogar um buquê diferente: muitas noivas têm pena de jogar o buquê de flores com o qual se casaram porque ele sempre acaba despedaçado. Por isso, surgiram várias opções engraçadas para substituir o buquê. A noiva pode jogar um sapinho de pelúcia, um Santo Antônio (que é o santo casamenteiro) ou até um pinguim.

Outra ideia é mandar fazer um buquê múltiplo para que várias moças sejam contempladas. Este tipo de buquê é feito para se desprender no ar, o que permite que mais de uma pessoa receba o mimo e volte para casa satisfeita.

2. Entrega direta: ao invés de jogar o buquê para trás, a noiva tem seus olhos vendados e é rodada no meio de uma roda formada pelas moças solteiras. Assim, ela não consegue saber quem está a sua frente. A noiva deve caminhar e entregar o buquê para a primeira pessoa que ela conseguir encontrar, que será a próxima a se casar. A ideia é ótima, pois assim o buquê fica preservado.

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

3. Buquê com fitas: vários pedaços longos de fita são amarrados a um buquê (que pode ser o da noiva ou um preparado especialmente para o momento). Cada solteira recebe uma ponta da fita. A música vai tocando e a noiva vai cortando as fitas de forma aleatória até sobrar somente uma moça com fita na mão.

4. Buquê trancado: a noiva coloca o buquê dentro de uma caixa que é trancada com cadeado. Em seguida, a chave é jogada dentro de um saco com várias chaves falsas. As moças solteiras escolhem uma chave para tentar abrir o cadeado e resgatar o buquê. Quem pegar a chave certa leva o buquê para casa e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

5. Buquê escondido: a noiva esconde o buquê em algum lugar da festa para que suas amigas o procurem. Na hora da brincadeira, ela pode dar pistas de onde o buquê está ou dizer se está frio ou quente para as pessoas que estiverem procurando. É bem engraçado ver tantas pessoas se mobilizando para achar o buquê da noiva e levá-lo para casa.

Organização de casamento

Fonte: Pinterest.

6. Tirar no palitinho: um buquê especial é montado, que pode receber qualquer tipo de decoração que a noiva quiser. Geralmente, os palitos vêm com corações de feltro na ponta. A noiva segura o buquê e as solteiras vão tirando os palitinhos da mão dela. Quem tirar o maior palito, ganha o buquê e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

7. Batata quente: as solteiras devem fazer um círculo na pista de dança. A noiva entrega seu buquê para uma delas e o DJ solta a música. Quando a música parar, quem estiver com o buquê na mão é eliminada. Isso acontece sucessivas vezes, até que sobre somente uma moça. Mas vale lembrar que se houver um número grande de solteiras na festa, a brincadeira pode acabar sendo bem demorada.

8. Bola no teto: lembra daquelas bolas de encher enormes e cheias de brindes que eram muito usadas em festas infantis? Você pode relembrar esses bons momentos no casamento. Basta colocar um mini buquê dentro de uma bola com vários outros brindes. Quem achar o buquê primeiro leva o da noiva para casa. Quem não achar, pelo menos ganha outro brinde.

Dicas para não errar na escolha do buquê de casamento

Ao entrar na cerimônia, um dos itens de mais destaque é o buquê da noiva. Afinal, ele fica na frente do corpo da noiva, em evidência geralmente por estar em contraste com o vestido claro. Para quem vai casar, vale a pena conferir essas dicas para não errar na escolha do buquê de casamento elaboradas pela equipe da casa de festas Casuarinas:

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Confira nossas dicas para não errar na escolha do buquê de casamento:

Flores: geralmente, um buquê de noiva é feito de flores. Muitas moças optam por usar as mesmas que são utilizadas na elaboração dos arranjos da decoração da igreja e da festa, para criar uma harmonia. No entanto, esta não é uma regra, pois o mais importante é ornar o buquê com o vestido e não com a decoração dos ambientes.

Ao escolher as flores do buquê, vale levar em consideração as flores da época, que são mais fáceis de encontrar e certamente custarão menos. Além disso, pense no cheiro e opte por flores com menos odor, principalmente para noivas alérgicas. Vale lembrar que, ao longo do tempo, o cheiro excessivo das flores pode causar enjoos e até dor de cabeça.

E vale destacar que, atualmente, há uma tendência moderna em não utilizar flores no buquê da noiva, mas pérolas, pedrarias, broches e até papel. Isso só mostra que não existe uma obrigatoriedade em se ter um buquê de flores, mas um acessório que combine com o visual da noiva, sua personalidade e o tipo de evento.

Dicas para não errar na escolha do buquê de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Tamanho: ao escolher o tamanho do buquê, a noiva deve levar sua própria estatura em consideração. Noivas mais altas costumam ficar melhor com buquês maiores e mais alongados, enquanto as mais baixas devem optar por buquês menores, que não achatem sua silhueta. As floriculturas geralmente possuem amostras de buquês e é possível testar na hora aquele com o qual se sente mais a vontade.

Cores: é importante escolher cores que fiquem harmônicas com o visual da noiva. Combinar as flores com os tons da decoração ou da maquiagem da noiva nem sempre é o suficiente; também é importante levar em consideração, por exemplo, o tom de pele da moça, assim como a cor do vestido (afinal, nem todo mundo se casa de branco).

Tons de pele mais escuros costumam harmonizar bem com cores mais vibrantes, como amarelo e laranja. Já tons de pele mais claros harmonizam melhor com tons pastel e branco. O buquê com flores vermelhas, que costuma ser muito apreciado por diferentes noivas, é praticamente universal, combinando com todas, independente do tom da pele.

Buquê de flores

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Estilo do vestido: um detalhe que nem todo mundo se atenta é que o estilo do vestido pode não só influenciar na escolha dos acessórios e joias, como também do buquê da noiva. Um vestido mais elaborado, com muitos bordados na frente, pede um buquê mais simples, para que o visual da noiva não fique muito poluído.

Já um vestido tradicional, com cauda e véu, vai combinar melhor com um buquê tradicional, principalmente o de formato cascata. Por outro lado, se o vestido da noiva for mais simples, um buquê diferente e mais elaborado pode ser o complemento perfeito.

Peça uma prova: antes do dia do seu casamento, peça para ver uma prova do buquê encomendado. Muitos floristas fazem este tipo de trabalho, pois não é difícil desmontar um buquê para formar novos arranjos. Isso evita surpresas desagradáveis, permite ajustes e pode te ajudar a ter mais confiança na sua escolha.

Organização de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Quem escolhe um buquê de material diferente que está sendo confeccionado por um artesão, é pouco provável que ele te apresente uma amostra. O que ocorre em muitos casos é a apresentação do próprio buquê com certa antecedência, o que torna possível realizar algumas alterações caso seja necessário.

Levar em conta o gosto pessoal e personalidade: nenhum buquê vai complementar bem o visual se a noiva não estiver feliz com ele. Um buquê de noiva deve ser a extensão da personalidade da moça e, por isso, é importante reservar um tempo para escolhê-lo, sem deixar que opiniões externas influenciarem. Dessa forma, certamente o buquê de casamento será o ideal!

Agora que você já conhece algumas dicas para não errar na escolha do buquê de casamento, escolha já o seu!