Posts

Casar de manhã: veja diferentes vantagens para o casamento nesse horário

Escolher um dia e horário perfeito para o casamento não é uma tarefa simples. A data escolhida pode ser um dia especial para os noivos, mas e se não tiver disponível para os fornecedores e nem para o local da festa? Casar de manhã pode acabar com esse problema e oferece outras diversas vantagens que você vai ver neste artigo.

Casar de manhã: veja diferentes vantagens para o casamento nesse horário

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Vantagens em se casar de manhã

Mais econômico

Isso mesmo, casar de manhã pode gerar uma boa economia para o casal. Isso porque os casamentos matutinos são de baixa procura, para os horários da noite é que há bastante disputa. Dessa forma, os serviços de casamento que você precisa contratar e o local alugado que você escolher para realizar a cerimônia e/ou festa estarão com preços bem mais em conta.

O dia é mais aproveitado

Ao optar por se casar de manhã, a possibilidade da sua festa durar muito mais horas sem que as pessoas fiquem tão cansadas ou precisem ir embora é muito maior. Organizando tudo certinho e obedecendo os horários, a festa pode se estender até o fim da tarde, basta conversar com fornecedores e saber também se o local poderá ser usado por mais tempo.

Vantagens em se casar de manhã

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Penteado e maquiagem naturais

Quando o casamento é realizado no período da manhã, a noiva pode ter uma produção muito mais delicada. Os tons utilizados na make poderão ser o mais leve possível, principalmente nos olhos. Maquiagens pesadas e com muitas camadas de blush ou base podem marcar muito o rosto da noiva, ficando com uma evidência excessiva devido à luz do sol. Aposte em tons leves e mais naturais possíveis e não irá se arrepender!

Para os cabelos, o penteado também pode ser bem leve ou você pode até mesmo deixar o cabelo natural. Casar de manhã permite essa possibilidade. Noivas que se sintam à vontade com isto podem também trocar o véu por uma linda coroa de flores, que deixa o visual encantador.

Claridade e luz natural à vontade

A iluminação natural para o casamento traz todo um charme para o evento. Ela transforma o ambiente e, para os casamentos ao ar livre, permite que a própria natureza seja usada a seu favor na decoração. Além disso, as fotos ficarão incríveis, mas, claro, se você escolher o fotógrafo certo para o casamento. Explore o máximo que puder da luz natural que casar de manhã oferece.

Vantagens em casar de manhã: claridade e luz natural à vontade

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Mais liberdade para o look dos noivos

Escolhendo se casar de manhã, os noivos terão a possibilidade de optar por roupas mais casuais. A noiva pode escolher vestidos mais simples, soltos, com rendas e saias mais leves, deixando de lado o vestido armado e pesado. Vestidos desse modelo são ideais para o casamento matutino. Para os pés, não será pecado abandonar os saltos. Dependendo do ambiente, se for ao ar livre, ficará até mais confortável e fácil de caminhar.

Já para o noivo, os ternos claros são uma excelente pedida para o evento. Se preferir, poderá até mesmo descartar o terno e usar somente camisa e colete, ou uma camisa acompanhada de suspensório. Dependerá do estilo e gosto pessoal de cada um.

Vantagens em casar de manhã: mais liberdade para o look dos noivos

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Menu bem variado

Casar de manhã permite uma possibilidade infinita de menus. Ele deve ser pensado com antecedência e é uma das partes principais de um casamento. É importante que o menu esteja de acordo com o momento que a festa irá acontecer. Para esse momento do dia, um brunch, que é a mistura de café da manhã (breakfast) com almoço (lunch), é uma boa pedida. Frutas, café, sucos naturais, pães, torradas, geleias diversas, patês, salgados, biscoitos e frios são itens que podem compor o seu brunch.

Casar de manhã oferece muitas possibilidades e benefícios. Aproveite esse momento gostoso do dia para dizer o “sim” no altar. A Casuarinas, casa de festas para casamentos, tem sempre as melhores dicas para você. Não deixe de conferir o blog.

Caminho até o altar: decorações para se inspirar

O caminho até o altar é a passarela mais importante na vida de um casal. Caminhar ali para chegar ao local onde sua vida será ligada à de outra pessoa é emocionante. Por isso, esse percurso merece uma atenção especial na hora de decorar o ambiente onde será realizada a cerimônia. O caminho até o altar também pode ser chamado de nave, que é o trajeto por onde todo o cortejo passa.

Dicas para a decoração do seu caminho até o altar

Tapetes

Os tapetes são o verdadeiro clássico do caminho até o altar. Por existirem muitas variações dessa decoração, ela oferece muitas oportunidades para os mais diversos gostos. Veja algumas delas:

  • O tapete vermelho, um dos mais usados, é muito tradicional e fica ótimo em igrejas com estilo barroco.
  • Tapetes brancos ou de cores cruas valorizam muito o caminho e são discretos ao mesmo tempo.
  • Os tapetes verdes são novas apostas. Ficam muito bem para casamentos ao ar livre.
  • Para casamentos na praia, tapetes de esteira palha ou juta combinam muito com o ambiente.
  • Tapetes personalizados também são uma nova tendência. Podem ter um versículo bíblico por todo o comprimento, o trecho de uma música do casal ou qualquer decoração que seja de sua escolha. Quanto mais original e único, melhor.
Caminho até o altar: decorações para se inspirar

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Flores

As decorações com flores também são muito variadas. Existem muitas espécies de flores e muitos jeitos diferentes de fazer a ornamentação com elas. Para escolher a ideal é preciso avaliar o ambiente onde será realizada a cerimônia, delimitar o espaço disponível e, claro, que tudo fique dentro do seu gosto. Algumas maneiras de decorar o caminho até o altar com flores:

  • Pétalas de flores ficam lindas e trazem um ar todo romântico. Você pode usá-las para delimitar o caminho, nas bordas, ou mesmo espalhar por ele todo. Essa decoração fica ótima em cerimônias realizadas ao ar livre, com o chão de grama. Mas tenha cuidado: se o vestido tiver uma cauda grande, pétalas de cores fortes podem ser varridas por ela e acabar manchando o traje da noiva.
  • Flores exóticas são ótimas opções para casamentos na praia e/ou no verão. Além de lindas, seus diferentes formatos trazem um aspecto incrível ao local.
  • Vasos naturais ficam lindos em qualquer ambiente. Belas flores com vasos revestidos de plantas dão um ar natural ao caminho. Mesmo que elas sejam artificiais.
Dicas para a decoração do seu caminho até o altar

Fonte: Freepik

  • Vasos tradicionais também são lindos. Vasos clássicos altos, de vidro e com flores clássicas trazem sofisticação. Você ainda pode optar por luzes embaixo, na frente ou envolta deles para iluminar o cortejo.
  • Decorações minimalistas com flores são ideais para os mais discretos. Você pode apenas pendurar raminhos nas cadeiras que delimitam o caminho até o altar e ainda completar com pétalas ou folhas espalhadas pelo chão.
  • A folhagem não é bem um estilo de flor, mas está dentro desse tipo de decoração. Folhas verdes ou secas representam um modelo de casamento ao ar livre mais rústico.
Caminho até o altar: como fazer

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Espelhado

O caminho espelhado requer a ousadia de quem vai optar por esse modelo. Chamativos, os caminhos feitos com superfície espelhada também demandam mais investimento. Entretanto, autenticidade e lindas fotos são coisas que não vão faltar. Esse caminho é ótimo para noivas detalhistas que querem manter a cauda do vestido aberta por todo o cortejo. Isso porque é uma superfície que permite um total deslizamento do tecido. Mas atenção: verifique se o teto do ambiente é realmente bonito para fazer um bom reflexo no caminho. Se quiser, pode acrescentar decorações suspensas para garantir o visual.

As decorações para o caminho até o altar são infinitas. Com criatividade, você pode deixa-lo com a cara do casal e tornar o momento ainda mais especial. O importante é que o grande dia dos dois seja perfeito e repleto de emoção, desde o início do cortejo. A Casuarinas sempre tem as melhores novidades para casamento, para que ele seja maravilhoso, como todo mundo deseja.

Vantagens de realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar

Hoje em dia, quem se casa pode optar por realizar tanto a cerimônia quanto a festa no mesmo espaço. Isso pode oferecer várias vantagens, que vão desde praticidade até uma certa economia. Conheça as vantagens de realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar:

Cerimônia de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

1. Praticidade e comodidade: ter ambos os eventos se realizando no mesmo local é muito prático, pois assim a organização torna-se muito mais fácil tanto para as equipes que vão trabalhar para realizar o evento quanto para os noivos. É bem mais fácil ter controle sobre tudo o que acontece.

2. Evitar deslocamentos: não precisar se deslocar pela cidade é uma grande vantagem, principalmente nos grandes centros urbanos, quando o transito não é bom nem mesmo nos finais de semana. As pessoas podem gastar horas para ir de um lugar a outro, o que torna o tempo de festa menor. Além disso, procurar vagas nem sempre é fácil.

3. Economia: ao realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar só é preciso fazer um trabalho de decoração e ornamentação. Na maioria das vezes, uma mesma equipe faz a decoração dos diferentes ambientes, o que ajuda a economizar. Isso também torna mais fácil combinar as decorações dos espaços, tornando-os mais coesos.

4. Escolher um local aberto: há casais que sonham em realizar a cerimônia e a festa de casamento em locais abertos, com um clima e visual mais informal, e acabam escolhendo uma casa de festas em que seja possível realizar o evento dessa forma e ter o que eles sonham. O ideal é escolher um espaço em que seja possível não só realizar os eventos ao ar livre como também com a opção de colocar coberturas caso chova.

Vantagens de realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

5. Escolher um local inusitado: há também casais que querem se casar em espaços inusitados, como bares, escolas e até no picadeiro de um circo. E como alugar outro espaço acaba saindo mais caro, eles optam por fazer tudo em um mesmo local para economizar tempo e dinheiro.

6. Não se sentir na obrigação de seguir uma religião: há casais que não seguem uma única religião, não frequentam nenhuma igreja ou, ainda, estão se casando pela segunda vez e optam por uma celebração civil. Sendo assim, o casamento não será realizado em nenhum tipo de templo. Muitos casais têm optado apenas por realizar belas cerimônias, chamando pessoas próximas ou mesmo contando apenas com o juiz de paz.

7. Pouca preocupação com atrasos: se houver algum atraso não há problemas, pois fica fácil recuperar o tempo tendo em vista que as pessoas não precisarão se deslocar muito. Além disso, também há a possibilidade de adiantar a cerimônia e, consequentemente, a festa, se todos estiverem presentes antes do horário marcado.

8. Ter um dia da noiva mais calmo: a maioria das casas de festa em que é possível realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar oferecem espaços bonitos, elegantes e confortáveis para a realização do dia de noiva. Isso ajuda não só a proporcionar um dia de noiva mais calmo e relaxante como também a evitar atrasos.

Vantagens de realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

9. Não precisar dividir a decoração com outros casais: uma igreja costuma realizar mais de um casamento num mesmo dia, principalmente se a data escolhida for um sábado. Assim, ao realizar a cerimônia de casamento numa igreja, pode ser necessário dividir a decoração do espaço com outros casais e acabar não tendo exatamente o que se queria.

10. Ótimas fotos: geralmente, o dia do casamento é muito corrido e nem sempre os casais conseguem ter todas as fotos que gostariam. Mas ao realizar a cerimônia e a festa de casamento no mesmo lugar não é preciso reservar tempo para deslocamentos, economizando com uma sessão de fotos mais longa.

Casamento judaico: diferenças e curiosidades

Cada religião tem suas características e rituais, e com a religião judaica isso não é diferente. Para quem não conhece, o casamento judaico possui algumas diferenças e curiosidades que merecem ser esclarecidas, a fim de se evitar gafes dos mais desavisados.

Casamento judaicoFonte: Wedding Obsession.

Confira algumas curiosidades sobre o casamento judaico

  • No judaísmo, o casamento significa a união de um homem e uma mulher no nível espiritual, com os dois passando a formar uma única alma. Para os judeus, um homem só se torna completo depois do casamento.
  • O dia do casamento para os noivos judeus é como um Yom Kipur, o dia do perdão. A tradição conta que, no dia do casamento, D’us perdoa todos os pecados dos noivos para que possam começar uma vida nova juntos, completamente purificados. Para tanto, eles jejuam e passam o dia em oração. Além disso, o casal não pode se ver durante a semana anterior ao casamento.
  • Todos os homens devem usar a Kipá, mesmo aqueles que não pertencem a religião judaica. A Kipá serve para mostrar que todos acreditam que existe um D’us, e ele está sempre acima de nós. Por isso ele deve ser amado, respeitado e temido. Deve ser utilizado durante toda a cerimônia e pode ser guardado de recordação pelos convidados.

Casamento judaicoFonte: Smashing the Glass.

  • O Talit é outro símbolo muito presente em casamentos judeus e usado pelo noivo durante a cerimônia de casamento. Ele serve para lembrar que nós somos mortais e todos são iguais quando se dirigem a D’us.
  • O casamento judaico não precisa acontecer, necessariamente, dentro de uma sinagoga. Um costume comum é que o casamento ocorra ao ar livre, mas isso também não é uma regra. Casais judeus podem realizar a cerimônia no local que escolherem e ela não precisa ser presidida, necessariamente, por um rabino. Qualquer homem mais velho e com mais experiência, que pertença a comunidade, pode presidir o casamento.
  • A cerimônia, propriamente dita, acontece sob o chupá (a pronúncia correta é rupá), que consiste em uma espécie de tenda, que precisa ter quatro pilares, deve ser aberta nas laterais e coberta em cima. Ele simboliza passado, presente, futuro e o novo lar que está sendo formado. Em baixo do chupá ficam os noivos, seus parentes mais próximos e a pessoa que irá presidir o casamento. Não é um costume judaico ter padrinhos e madrinhas, portanto, o cortejo é formado pela família dos noivos.

 

Casamento judaicoFonte: Wedding Blog.

  • A noiva entra ao som de uma música tradicional, chamada Boi BeShalom, que significa “Venha em paz“. Aliás, todas as músicas da cerimônia judaica são religiosas e possuem alguma mensagem.
  • A noiva faz o caminho até o chupá com o rosto descoberto e é entregue pelo pai para o noivo, que cobre o seu rosto. Em seguida, acompanhada da mãe e da sogra, ela dá sete voltas em torno do noivo. A questão do véu simboliza a modéstia da mulher judaica e que o noivo não se importa com sua beleza física, que pode acabar com o passar dos anos. Além disso, segundo os costumes, a presença divina irradia do rosto da noiva no dia do casamento, e isto precisa ficar coberto. Já as sete voltas é uma metáfora a criação do mundo, que aconteceu em sete dias. Dessa forma, as sete voltas significam a criação das paredes da casa do casal. O sete também é considerado um número que simboliza a totalidade e a integridade que o casal não consegue alcançar separado. Depois das sete voltas, a noiva fica ao lado do noivo, demonstrando que sempre estará lá quando ele precisar.
  • Na cerimônia de casamento judaico usa-se duas taças de vinho. O vinho é o símbolo da alegria na tradição judaica e está ligado ao Kidush, a reza de santificação do Shabat e das festividades tradicionais. Os noivos devem beber da mesma taça, num gesto de partilha total.

Casamento judaicoFonte: Casuarinas Casa de Festas.

  • As alianças devem ser de ouro polido, lisas e discretas, sem gravações, enfeites ou pedras, representando um círculo perfeito inquebrável. O noivo põe a aliança no dedo indicador da noiva, momento em que o casal passa a estar oficialmente casado. A aliança é um símbolo da confiança e da lealdade do casal. De acordo com as tradições judaicas, a noiva não coloca a aliança no dedo do noivo em baixo do chupá.
  • Ao fim da cerimônia, o noivo quebra uma taça com o pé. Esse momento tão conhecido é, na verdade, uma expressão de tristeza dos noivos e simboliza a destruição do Templo de Jerusalém. O ato também confirma a opção do casal em ser judeu. Isso marca o fim da cerimônia, e todos os presentes gritam Mazel Tov, desejando boa sorte para o casal.

Agora que você conhece algumas diferenças e curiosidades sobre o casamento judaico não cometerá mais nenhuma gafe quando for convidado para um!

Tipos de Casamento

Todo casamento é um ritual de união, seja religioso ou civil. Basicamente, os noivos estabelecem um contrato demonstrando que ambas as partes estão de acordo e que, deste dia em diante, passarão a viver juntos. Mas você conhece os diferentes tipos de casamento?

Tipos de CasamentoFonte: Casuarinas Casa de Festas.

A Casuarinas Casa de Festas organizou uma lista com os principais tipos de casamento para que você possa saber mais sobre cada um deles e escolher qual a melhor opção.

 

Casamento religioso

Como seu próprio nome já diz, é celebrado na religião de escolha do casal. Cada religião (católica, budista, evangélica etc) possui a sua forma de celebrar o casamento, que normalmente ocorre em uma igreja ou templo, e é celebrado perante a comunidade. O casamento religioso, por si só, pode ser bastante importante para o casal e sua família, mas não tem validade civil.

Hoje em dia é muito difícil encontrar uma igreja que realize um casamento religioso sem que os noivos precisem também se casar no civil. Lembre-se: o casamento religioso não garante nenhum tipo de direito civil, nem emite nenhum tipo de certidão de casamento civil, ou seja, perante as leis.

Tipos de Casamento - Casamento religiosoFonte: FreePik.

Casamento religioso com efeito civil

É, provavelmente, o tipo mais comum de casamento, pois dessa forma o casal estará casado dentro da sua religião e também perante as leis civis. O casamento religioso com efeito civil é presidido por uma autoridade religiosa.

Geralmente ocorrem em locais como igrejas e templos, mas também pode ser realizado em casas de festas, salões, sítios ou qualquer lugar que os noivos escolham.

Para realizar o casamento religioso com efeito civil, é possível agir de duas formas:

1) Os noivos dão entrada em um processo de habilitação no cartório e, após 30 dias, se não houver nenhum impedimento, o cartório expede uma Certidão de Habilitação, que é entregue a autoridade religiosa para que o casamento possa ser realizado.

2) Quando a igreja já possui parceria com algum cartório e é possível realizar todos os trâmites por ela. Após a realização da cerimônia, os noivos recebem um termo de casamento, que precisa ser levado ao cartório num prazo de 90 dias (a contar da data da realização da cerimônia) a fim de registrar o casamento.

Tipos de Casamento ReligiosoFonte: Casuarinas Casa de Festas.

Casamento civil

Pode ser realizado no cartório ou em diligência (num buffet, casa de festas ou qualquer local escolhido pelo casal) e será proferido por um juiz de paz. Para realizar o casamento civil, também é necessário dar entrada com o pedido de habilitação e, após 30 dias, se não houver nenhum impedimento, os noivos já podem se casar.

Tipos de Casamento - Casamento civilFonte: Casuarinas Casa de Festas.

Agora que você já conhece os diferentes tipos de casamento, já pode escolher o que mais combina com você e marcar a data tão especial! E se estiver procurando um local para realizar a cerimônia, entre em contato com a Casuarinas Casa de Festas, que tem a assessoria perfeita para te ajudar e tirar todas as suas dúvidas.

Casamento ao ar livre

O casamento ao ar livre vem se tornando moda no Brasil. Seja num jardim, numa chácara ou numa praia, esse tipo de casamento sempre é lindo, e participar de um é uma experiência única, principalmente se você for um dos noivos. Entretanto, para que este dia tão especial dê certo, é necessário muito planejamento e atenção aos detalhes.

Para começar a organizar sua festa, comece pensando qual seu estilo preferido. Você quer um casamento rústico ou clássico? Tradicional ou moderninho? Seu sonho é estar em contato com a natureza ou ter a praia como plano de fundo? Se o casamento é de dia, você vai servir almoço? E se for a noite, você prefere que sejam servidos petiscos e salgadinhos? Você vai fazer a cerimônia ao ar livre e a festa num espaço coberto? São muitas coisas a se pensar e você deve ter bastante certeza das suas respostas, para que tudo saia conforme seus planos.

Fotografia de um Casamento ao ar livre

Fonte: Casuarinas Casa de Festas

Detalhes que fazem toda a diferença no seu casamento ao ar livre

  • Lista de convidados – Faça sua lista de convidados antes de contatar um buffet, pois estes costumam ser cobrados por pessoa. Não se esqueça de sempre ter algo que agrade as crianças e uma opção vegetariana. Dessa forma você vai agradar a todos e ninguém vai se sentir esquecido na hora que a comida for servida.
  • Buffet – Você também deve verificar com o buffet que tipo de bebidas estão inclusas no serviço, qual o material que eles irão fornecer (taças, copos, talheres, pratos, guardanapos, etc) e o número de garçons que estarão a disposição dos seus convidados.
  • Local e mobiliário – Outro passo é escolher o local mais adequado ao seu tipo de casamento ao ar livre e a equipe de profissionais que irá te dar suporte. Cheque com a empresa que você contratou ou a casa de festas os mobiliários que serão oferecidos, confira se o estilo dos móveis combina com a decoração escolhida e quais serviços estão inclusos no preço que você está pagando. Lembre-se de procurar sempre referências e indicações, para que você não tenha uma surpresa desagradável no seu dia especial.

Casamento ao ar livre precisa de móveis aconchegantes

Fonte: Casuarinas Casa de Festas

  • Horário do evento – É importante ressaltar que é super desconfortável ficar torrando no sol, então preste bastante atenção no horário marcado. Marcando a cerimônia até às 11h e após às 14h, você evita pegar o sol a pino. Além disso, contratar uma empresa de toldos pode fazer toda a diferença entre um casamento inesquecível e um grande desastre. Você também pode fornecer aos seus convidados algumas sombrinhas e leques e dispensar as mulheres do uso do sapato de salto. Se for inverno, que tal distribuir pashminas para aconchegar os convidados!
  • Fotografia – O casamento ao ar livre, quando realizado no final da tarde, em que  o sol não é tão forte, é a alegria dos fotógrafos! Eles conseguem registrar imagens de um dia ainda claro e a iluminação paisagística aconchegante a noite.
  • Plano B – E não se esqueça: tenha sempre um plano na manga, pois podemos controlar tudo, menos a natureza. Portanto, escolha um local em que também haja a opção de ficar num espaço coberto. Afinal, todos vão ao casamento para prestigiar os noivos, mas ninguém vai querer ficar na chuva!

Casamento ao ar livre precisa ter toldos  por segurança

Fonte: Casuarinas Casa de Festas

Que tal se casar ao ar livre?