Posts

O que avaliar ao escolher o local da festa de casamento

A festa do casamento é um dos momentos mais lembrados do evento (e também aonde vai a maior parte do orçamento). Por isso, é importante saber escolher bem o local onde ela será realizada, para evitar arrependimentos e contratempos no futuro. Mas você sabe o que avaliar ao escolher o local da festa de casamento?

Casa de festas

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

A festa de casamento é um momento de confraternização e alegria e o espaço escolhido para ela pode influenciar bastante em sua realização. Não basta escolher o local da festa apenas porque ele parece bonito nas fotos. É importante que ele também seja acessível, prático e combine com o tipo de evento que o casal quer realizar.

Além disso, é importante que o aluguel do local caiba no orçamento do casal. Verificar que tipo de infraestrutura será disponibilizada ajuda a calcular o custo benefício do espaço da festa. Há locais, por exemplo, que alugam o espaço com mesas e cadeiras para os convidados, enquanto em outros você terá que alugar este mobiliário.

Verifique também se o alvará de funcionamento do estabelecimento está em dia, se os banheiros estão em ordem e são suficientes para a quantidade de convidados pretendida e como é o esquema de segurança da casa. Se os carros dos convidados forem ficar estacionados na rua, ter algum tipo de segurança para eles tende a ser um diferencial importante.

O que avaliar ao escolher o local da festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Se você possui convidados com limitações motoras, não se esqueça de verificar a acessibilidade do local. Salões de festa nem sempre possuem rampas de acesso ou elevadores, assim como banheiros adaptados, mas se esta for uma necessidade real, então procure um salão de festa que já possui isso em sua estrutura.

Também avalie se o espaço disponível receberá bem a quantidade de convidados que você pretende chamar. É importante que, ao espalhar mesas e cadeiras pelo salão, ainda haja espaço para convidados e garçons se locomoverem com conforto e facilidade. E não esqueça de verificar se o local é climatizado, principalmente se o evento for durante o verão.

Também observe a estrutura da cozinha, se ela é mantida sempre limpa e higienizada e se há geladeiras, freezers e fogão disponível para a equipe de buffet. A maioria dos salões que recebem casamentos tem uma estrutura bastante completa, mas há casos em que pode ser preciso providenciar gelo ou mesmo uma fritadeira elétrica.

Dicas para escolher o local do casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Se você pretende fazer uma festa de casamento ao ar livre, não se esqueça de verificar junto ao espaço se, no caso de chuva, eles disponibilizam alguma alternativa, como a montagem de tendas ou mesmo a transferência da festa para um local coberto. Ter um gerador de energia disponível em caso de queda de luz também costuma ser um diferencial muito bom.

Quem não vai realizar cerimônia e festa no mesmo local também deve avaliar o deslocamento que os convidados terão que fazer. Escolher um salão muito longe do local da cerimônia pode fazer com que muitas pessoas desistam de ir à festa, principalmente se for preciso pegar a estrada e dirigir por muito tempo.

E também vale lembrar que o local da festa de casamento deve ser acessível para todos os seus fornecedores. Ou seja: desde cedo é preciso ter alguém lá para deixá-los entrar e executar seus trabalhos. Por isso, não se esqueça de verificar a partir de que horas o salão pode começar a ser montado, pois não é legal deixar para começar muito perto da hora da recepção.

Local do casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Escolher o local da festa de casamento nem sempre é uma tarefa fácil e exige muita atenção até aos mínimos detalhes. Por isso, é sempre bom lembrar que ter uma assessoria cerimonial pode fazer toda a diferença nessas horas, assim como poder contar com uma estrutura completa, como é o caso da Casuarinas Casa de Festas.

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

A tradição da noiva jogar o buquê para suas convidadas solteiras apareceu na França, no século 14, e perdura até hoje. Esse é, geralmente, um momento muito aguardado da festa (principalmente entre as moças solteiras) e que sempre rende alguma história engraçada. Mas, há formas de tornar este momento ainda mais especial. Veja como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida.

Hora do buquê

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Confira 8 dicas da Casuarinas para tornar a hora de jogar o buquê mais divertida:

1. Jogar um buquê diferente: muitas noivas têm pena de jogar o buquê de flores com o qual se casaram porque ele sempre acaba despedaçado. Por isso, surgiram várias opções engraçadas para substituir o buquê. A noiva pode jogar um sapinho de pelúcia, um Santo Antônio (que é o santo casamenteiro) ou até um pinguim.

Outra ideia é mandar fazer um buquê múltiplo para que várias moças sejam contempladas. Este tipo de buquê é feito para se desprender no ar, o que permite que mais de uma pessoa receba o mimo e volte para casa satisfeita.

2. Entrega direta: ao invés de jogar o buquê para trás, a noiva tem seus olhos vendados e é rodada no meio de uma roda formada pelas moças solteiras. Assim, ela não consegue saber quem está a sua frente. A noiva deve caminhar e entregar o buquê para a primeira pessoa que ela conseguir encontrar, que será a próxima a se casar. A ideia é ótima, pois assim o buquê fica preservado.

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

3. Buquê com fitas: vários pedaços longos de fita são amarrados a um buquê (que pode ser o da noiva ou um preparado especialmente para o momento). Cada solteira recebe uma ponta da fita. A música vai tocando e a noiva vai cortando as fitas de forma aleatória até sobrar somente uma moça com fita na mão.

4. Buquê trancado: a noiva coloca o buquê dentro de uma caixa que é trancada com cadeado. Em seguida, a chave é jogada dentro de um saco com várias chaves falsas. As moças solteiras escolhem uma chave para tentar abrir o cadeado e resgatar o buquê. Quem pegar a chave certa leva o buquê para casa e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

5. Buquê escondido: a noiva esconde o buquê em algum lugar da festa para que suas amigas o procurem. Na hora da brincadeira, ela pode dar pistas de onde o buquê está ou dizer se está frio ou quente para as pessoas que estiverem procurando. É bem engraçado ver tantas pessoas se mobilizando para achar o buquê da noiva e levá-lo para casa.

Organização de casamento

Fonte: Pinterest.

6. Tirar no palitinho: um buquê especial é montado, que pode receber qualquer tipo de decoração que a noiva quiser. Geralmente, os palitos vêm com corações de feltro na ponta. A noiva segura o buquê e as solteiras vão tirando os palitinhos da mão dela. Quem tirar o maior palito, ganha o buquê e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

7. Batata quente: as solteiras devem fazer um círculo na pista de dança. A noiva entrega seu buquê para uma delas e o DJ solta a música. Quando a música parar, quem estiver com o buquê na mão é eliminada. Isso acontece sucessivas vezes, até que sobre somente uma moça. Mas vale lembrar que se houver um número grande de solteiras na festa, a brincadeira pode acabar sendo bem demorada.

8. Bola no teto: lembra daquelas bolas de encher enormes e cheias de brindes que eram muito usadas em festas infantis? Você pode relembrar esses bons momentos no casamento. Basta colocar um mini buquê dentro de uma bola com vários outros brindes. Quem achar o buquê primeiro leva o da noiva para casa. Quem não achar, pelo menos ganha outro brinde.

Conheça os tipos de chá para casamento

Já foi época em que as noivas convidavam as amigas para um chá de panela. Atualmente, existem vários tipos de chá para casamento que o casal pode fazer antes ou até mesmo depois do casamento. E, como são muitas opções, fica sempre a dúvida sobre qual é a melhor opção para reunir a família e os amigos.

É claro que o casal pode fazer mais de um tipo de chá antes do casamento, mas é válido lembrar que nem sempre será possível contar com todos quando a quantidade de eventos é grande. Não é preciso se ater a regras ou tradições, pois assim como o casamento o chá escolhido deve transmitir a personalidade do casal.

Se você ainda não escolheu, conheça os tipos de chá para casamento (ou simplesmente não conhece as opções), confira algumas opções para ajudar na sua decisão:

1. Chá de panela ou de cozinha: antigamente, o chá de panela era um pequeno evento organizado pela noiva e suas madrinhas que reunia apenas mulheres para um chá da tarde. Cada uma levava um presente para ajudar a equipar a cozinha da noiva e rolavam várias brincadeiras para entreter a todas. Porém, hoje em dia, isso está um pouco diferente.

Chá de panela

Fonte: Southern Living.

O intuito ainda é o mesmo: reunir amigos próximos e equipar a cozinha do casal, mas os homens agora são mais que bem-vindos no evento, ajudando inclusive em sua organização. Ter o casal no chá de panela (ao invés apenas da noiva) costuma deixá-lo ainda mais descontraído.

2. Chá bar: se o casal já montou a cozinha, não tem problema! É hora de abastecer o bar. Essa é uma ótima opção para casais que já moram juntos ou quando um já possui a casa montada e não necessita de novos utensílios de cozinha. Outra opção é pedir às mulheres utensílios de cozinha e aos homens acessórios para o bar. É um dos tipos de chá antes do casamento que tem crescido bastante.

O chá bar tem se popularizado muito porque já se parte do princípio de que homens e mulheres estarão juntos na comemoração. Esse tipo de chá pode ser a melhor opção para aqueles casais que não gostam de ideia de um participar de uma festa enquanto o outro não pode nem chegar perto do local.

Organização de casamento

Fonte: Peguei o Bouquet.

3. Chá de lingerie: esse é um tipo de chá para casamento exclusivamente para as mulheres. O chá de lingerie veio para entreter a mulherada. Neste tipo de evento, a noiva ganha de presente lingeries e acessórios para usar na lua de mel e na vida a dois.

Chá de casamento

Fonte: Pinterest.

Os chás de lingeries costumam ser muito animados, mas é bom pensar bem em quem será convidado. Afinal, devido ao teor das brincadeiras (que são mais eróticas), pessoas de mais idade podem se sentir um tanto deslocadas ou ficar chocadas. O legal é que várias lojas de lingerie oferecem este tipo de evento, facilita ainda mais sua organização.

4. Chá de beleza: outra opção que vem surgindo em tipos de chá para casamento é o chá de beleza, feito para quem deseja reunir só as amigas mais próximas. Este dia é reservado para que as moças passem realizando vários tratamentos de beleza e procedimentos estéticos, como massagens, depilação, unhas, cabelo, dentre outros. O day spa é reservado para colocar o papo em dia e ter um momento de descontração com as amigas antes do casamento.

Conheças os tipos de chá para casamento

Fonte: Pinterest.

O chá de beleza pode ser realizado em casa ou num hotel, mas há vários salões e clínicas de estética que oferecem esse tipo de serviço, o que tende a ser mais confortável para a noiva e suas convidadas. E não se esqueça de providenciar um lanche para tornar essa reunião de amigas ainda mais inesquecível.

5. Chá de casa nova: uma ótima opção para quem deseja colocar na lista de presentes não só itens de cozinha, mas também objetos decorativos para a casa. Casais que já têm cozinha montada, por exemplo, podem realizar um chá de casa nova e pedir apenas os itens decorativos, como almofadas, porta-retratos, suporte para livros, etc.

Tipos de chá

Fonte: SheKnows.

Muitos casais que decidem apenas morar juntos também optam por fazer um chá de casa nova e aproveitam o momento para fazer um open house para os amigos e familiares próximos. Juntar as duas comemorações pode ser uma forma simples e econômica de apresentar a nova casa a todas as pessoas importantes para o casal de uma só vez.

Bônus – Chá de ferramentas: quem disse que os homens não podem ganhar uma comemoração só para eles? É o caso do chá de ferramentas, em que o noivo convida seus amigos e parentes mais próximos para um momento de descontração que o ajudará a montar a caixa de ferramentas de sua nova casa.

Os variados tipos de chá para casamento são apenas uma forma de celebrar a vida a dois e reforçar a ideia de ter sempre os amigos e familiares por perto.

5 dicas para ter uma festa de casamento perfeita

Todos os casais sonham com uma festa de casamento perfeita, e que tudo saia como o planejado, especialmente a decoração. Eternizada em fotos e filmagem, uma boa decoração pode fazer toda a diferença no sucesso do evento, mas essa é apenas uma das dicas.

5 dicas para ter uma festa de casamento perfeita

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Confira 5 dicas para ter uma festa de casamento perfeita:

1. Defina o orçamento: ninguém quer começar a vida a dois com um monte de dívidas. Por isso, é importante definir um orçamento realista para cada item do casamento. A festa de casamento perfeita não deve ser apenas bonita aos olhos; ela também deve caber no bolso e deixar o casal satisfeito.

Um orçamento enxuto não significa, necessariamente, um casamento simples e sem graça. Apenas que é necessário prestar ainda mais atenção na administração desta verba. Tentar fazer alguns itens para o casamento ajuda a economizar um pouco. Por exemplo: escolher flores nacionais da época. É possível adaptar vários detalhes para que mesmo um casamento econômico fique perfeito.

2. Busque referências: hoje em dia, o que não faltam são referências de tudo sobre casamento, seja em revistas ou na internet. Tenha em mente que essas referências ajudam a definir ainda melhor o estilo de casamento desejado, assim como encontrar detalhes e orçamentos específicos que podem fazer toda a diferença orçamento final.

Organização de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O ideal é que o casal vá guardando essas referências para, quando chegar a hora de efetivamente planejar a festa de casamento perfeita, tenha tudo à mão, mesmo que nem tudo combine ou faça muito sentido. Isso pode ajudar bastante o profissional que irá decorar o evento, que vai combinar e adaptar essas referências, aproveitando o melhor delas.

3. Tenha detalhes personalizados: são os itens personalizados que ajudam o evento a se tornar único. Eles são um diferencial importante que farão a personalidade do casal aparecer por toda a decoração da festa de casamento. Por isso, vale a pena investir em alguns itens personalizados, pois são eles que lembrarão às pessoas presentes do evento onde elas estão.

Detalhes personalizados também ajudam na construção de uma identidade visual para o evento, fixando-o ainda melhor na memória de todos. Mas é importante pensar bem nos detalhes que serão usados, para que eles se alinhem com o evento e fiquem elegantes, e não com aparência de que foram adicionados de última hora.

Detalhes

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

4. Preste atenção ao espaço escolhido para o evento: se você sonha em ter várias decorações aéreas no seu casamento, então deve procurar por um espaço que propicie sua instalação. Já se você prefere algo mais natural e ao ar livre, deve procurar por um espaço aberto (mas não se esqueça de ter um plano B, caso chova).

Determinados espaços vão acomodar melhor determinados os tipos de festas de casamento e é importante estar atento a isso. Caso contrário, muitas adaptações serão necessárias para acomodar a decoração pedida pelo casal, o que tende a encarecer o projeto.

5. Confie na sua equipe: quando se tem uma boa assessoria, tudo fica mais fácil, inclusive encontrar o profissional certo e dentro do orçamento para a festa de casamento perfeita. O trabalho combinado da assessoria cerimonial com o do profissional é que transformará tudo o que foi discutido, pensado e sonhado em realidade.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Por isso, é válido buscar referências, conversar muito com os profissionais antes de fechar o contrato e até querer dar uma olhadinha em tudo antes do evento, mas é ainda mais fundamental confiar na equipe. Tenha certeza de que todos farão de tudo para tirar do papel os seus sonhos e você certamente terá uma festa de casamento perfeita!

Pet no casamento, dicas para ele participar

Eles são os melhores amigos do homem (e da mulher também), o que faz com que seja quase impossível mantê-los de fora de uma data tão especial. Ter pet no casamento está se tornando algo bem comum e que ajuda a dar mais brilho e beleza a este momento tão único.

Levar os pets para o casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Os pets são amigos de todas as horas e, muitas vezes, participam de perto da organização de um casamento. No entanto, nem sempre eles estão presentes no momento da cerimônia e da festa porque seus donos não sabem bem como proceder para encaixá-lo no evento. Felizmente, isso tem mudado bastante.

É claro que não é qualquer pet que pode participar de um casamento; é preciso que ele esteja acostumado a ver e lidar com gente, além de ter treinamento para não fazer sujeira na hora e local errado. Porém, este tipo de treinamento não é difícil de fazer, o que permite colocar seu pet no casamento mesmo que a data já esteja próxima.

O ideal é, primeiramente, avaliar o temperamento do animal, para saber se vale a pena incluí-lo no casamento. Muitos animais, por mais doces que sejam, acabam não ficando bem quando são expostos ao estresse de ter que lidar com um monte de gente que eles não conhecem. E isso pode fazer com que ele fique acanhado, violento ou mesmo tente fugir.

Cachorro no casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Muitos animais podem reagir de forma completamente inesperada quando veem pessoas que eles não conhecem, o que é particularmente preocupante num casamento. Se não for possível prever como o pet vai se comportar no casamento, pode ser uma boa ideia deixá-lo em casa e curtir sua presença com calma depois do evento.

Há animais que têm mania de correr ou morder. Tentar ter seu pet no casamento pode tumultuar ainda mais o evento. Isso porque terá que ser contido pelo seu dono, que provavelmente estará muito ocupado se casando. E ter que parar uma cerimônia de casamento por causa de um animal agitado é tudo o que nenhum noivo quer.

Também verifique com o veterinário de seu pet ele aconselha este tipo de exposição. Se o especialista que cuida do seu animal não achar uma boa ideia levá-lo a um evento, pode ser melhor tentar incluir seu pet no casamento de outras formas, como com um ensaio pré-nupcial ou mesmo colocando uma bela foto dele em um lugar estratégico da decoração.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

E não se esqueça de verificar com a administração do local do casamento se eles aceitam receber animais durante a cerimônia e a festa. Em igrejas, por exemplo, dificilmente é possível conseguir uma autorização para que o pet possa participar do casamento, pois o espaço fechado propicia o aparecimento de alergias. Já espaços ao ar livre costumam aceitar melhor os animaizinhos.

Mesmo que seu animal de estimação seja querido por todos e seja uma parte importante da sua vida, lembre-se que seu bem-estar deve vir em primeiro lugar. Se achar que algo pode acontecer a ele, é melhor deixar o bichinho em casa para poder ter sua companhia por ainda mais tempo. O estresse pode fazer qualquer animal adoecer, inclusive o mais forte dos pets.

Se de qualquer forma você deseja ter seu pet no casamento, treine-o com antecedência e tenha bastante certeza que há como mantê-lo sobre controle durante todo o evento. E não se esqueça de providenciar um cantinho especial para ele, com água, comida e espaço para brincar e dormir, além de contratar alguém para se responsabilizar por ele por todo o evento.

Saiba mais sobre as degustações para casamento e sua importância

Quem está organizando um casamento certamente terá que realizar algumas provas de cardápio para decidir qual opção combina melhor com o evento. Saiba mais sobre as degustações para casamento e sua importância.

Saiba mais sobre as degustações para casamento e sua importância

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Saiba mais sobre as degustações para casamento e sua importância:

É claro que toda noiva quer o melhor em seu casamento. Por isso, muitas acabam procurando por inúmeros fornecedores de buffet, o que as faz passar por várias sessões de degustação. Não paramos até encontrar aquele que melhor se encaixa na proposta do evento que está sendo organizado. Afinal, em matéria de comida, é preciso realmente provar para poder escolher.

Mas há noivas que não veem as degustações como algo tão fundamental para seu evento assim. Do ponto de vista delas, há coisas mais importantes para se decidir e escolher (como local do evento, vestido, decoração, etc.). Tanto que elas acabam deixando essa decisão para última hora ou a cargo de outras pessoas. Atenção! Isso é um perigo e tanto.

Outras não gostam da ideia de ter que participar de um monte de provas de comida, pois estão buscando pelo melhor visual possível e não desejam engordar. Porém, uma pesquisa do blog Quem Casa Quer identificou que o buffet do casamento é o item mais lembrado pelos convidados após o evento (seguido do vestido da noiva e da decoração).

Do que os convidados se lembram

Fonte: Quem Casa Quer.

Por isso, participar das degustações é tão importante como escolher um cardápio que seja compatível com o evento que está sendo organizado. Não há como deixar de lado as degustações para casamento porque ninguém pode decidir pela noiva e pelo noivo o que vai melhor combinar com o evento e lembrar um pouco da personalidade do casal.

Provar cada prato com muita atenção aos detalhes ajuda a montar um cardápio perfeito e inesquecível para o casamento. E se você precisa de algumas dicas para aproveitar melhor as degustações para casamento, confira estas organizadas pela equipe da casa de festas Casuarinas:

Quantidade x qualidade: não adianta o fornecedor dizer que oferece mil opções diferentes de entradas e petiscos se eles deixam muito a desejar em matéria de qualidade. Prefira um cardápio para casamento simples e elegante do que um cheio de opções, mas que não ficará marcado na mente das pessoas de forma positiva.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Vá a uma degustação por vez: muitos casais, com o intuito de otimizar o tempo, acabam marcando várias degustações num mesmo dia. Isso pode ser um erro, tendo em vista que em todas elas terão que provar um pouco de cada coisa. É provável que comecem a se sentir cheios depois da segunda ou terceira prova, e não vai contribuir em nada com a escolha.

Divida: se você pensa em ter um buffet completo no seu casamento, saiba que terá que provar canapés, entradas, saladas, pratos, docinhos e bolo, o que pode não parecer muito durante toda a festa, mas para o tempo da degustação (entre 30 e 40 minutos), é bastante comida. Por isso, ao invés de tentar comer a porção toda, divida com seu acompanhante para não passar mal.

Pergunte e anote: conforme a degustação for sendo servida, pergunte sobre os pratos, os ingredientes, formas de preparo e todos os detalhes que você desejar saber. Além disso, anote tudo para poder se lembrar melhor depois e realizar uma escolha mais acertada. Se possível, peça para conhecer onde a comida é preparada para ver se a qualidade dos produtos e a higiene correspondem ao prometido.

Casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Peça: se algo que você esperava não foi servido, peça para provar. Muitas vezes, o que ocorre é que são tantas opções que alguma acaba esquecida. Porém, se é algo importante e que você deseja provar, não tenha vergonha de questionar e pedir. Se algo lhe foi prometido, deve estar disponível. Se não estiver, talvez este não seja o buffet certo para o seu casamento.

No momento de escolher os detalhes, prove de novo: se você encontrou o buffet perfeito, é hora de contratar o fornecedor. Você irá escolher as entradas, os pratos, o sabor dos docinhos, etc. Porém, se já faz algum tempo que você realizou a degustação para casamento, veja sobre a possibilidade de provar seus sabores preferidos novamente para realizar as melhores escolhas.

Não menospreze as bebidas: lembre-se que as bebidas também são parte importante do seu cardápio de casamento. Veja sobre a possibilidade de realizar a degustação tendo também as bebidas que serão servidas no evento para provar. Se o fornecedor disser que trabalha com marcas específicas, peça para isso constar no contrato.

Buffet

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Preste atenção aos detalhes: veja que tipo de serviço será feito no casamento para saber se ele atende as suas necessidades. Observe tudo o que está incluso ou se você terá que providenciar algo, para não ter surpresas no dia do casamento. Além disso, observe se os copos, talheres e louças usados na degustação estão em bom estado e se o material do evento é similar ou se você tem opções a escolher.

Sabemos que todas essas dicas não deixarão seu casamento livre de falhas, mas com certeza valerá a pena correr menos riscos. Se precisar de uma força sobre degustações e bons buffets, entre em contato com a Casuarinas, a casa de festas especializada em casamentos.

É certo dar dinheiro de presente de casamento?

Dar dinheiro como presente de casamento é uma prática muito comum em outros países, mas no Brasil parece ainda ser encarado como tabu. Muita gente se sente desconfortável em dar um presente de casamento em dinheiro, pois acha isso pode ser encarado como se ela não quisesse ter trabalho. Mas, afinal, é certo dar dinheiro de presente de casamento?

Presentear com dinheiro

Fonte: Debt-free Mormon.

É certo dar dinheiro de presente de casamento?

Na verdade, não há como dizer que presentear os noivos com dinheiro seja algo errado. Muitas vezes, o convidado realmente não sabe o que dar de presente ao casal e acaba dando um valor em dinheiro para que os noivos usem como achar melhor, seja comprando itens para a casa nova, seja para passear na lua de mel.

Isso ocorre muito quando um dos noivos já tem casa montada ou moram juntos há algum tempo. Muita gente fica realmente sem saber o que dar nesses casos. Dessa forma, dar o valor do presente em dinheiro facilita a vida de todo mundo: o convidado dá algo que será realmente útil e o casal aproveita muito melhor o presente.

Atualmente, não é incomum que os convidados possam oferecer aos noivos como presente uma cota que será destinada a algo que o casal está precisando. Em vários sites de lista online é possível adicionar não só presentes, como também valores que serão utilizados para a lua de mel ou numa reforma em casa.

É certo dar dinheiro de presente de casamento?

Fonte: SheKnows.

O presente em dinheiro também é bem interessante para os noivos porque eles podem juntar várias quantias e adquirir um item mais caro que estejam precisando, como uma geladeira ou máquina de lavar. O ideal é que todo o presente em dinheiro seja destinado para a casa nova ou a lua de mel e não contas em geral.

Também vale destacar que o convidado que der ao casal dinheiro de presente deve receber um cartão de agradecimento, no qual se deve escrever para o que o valor foi utilizado. Dessa forma, a pessoa fica informada de que o valor foi bem aproveitado pelo casal em algo que eles estavam realmente precisando.

Mas vale lembrar que dar dinheiro de presente de casamento não é errado, mas pedir dinheiro de presente é. Nenhum casal deve pedir que seus convidados deem um presente de casamento em dinheiro, nem tão pouco estipular que valor será. Cada pessoa certamente dará o que pode e fazer esse tipo de pedido costuma ser altamente constrangedor para todos.

Dinheiro para casamento

Fonte: Fanc Designs.

Dizer aos outros o que eles devem dar de presente de casamento não é uma boa atitude do casal e ainda fica parecendo que eles desejam se aproveitar dos convidados, além de deixar ambos com fama de mal-educados. O ideal é, se alguém perguntar o que eles querem, os noivos simplesmente dizerem a verdade.

Se alguma pessoa disser que os noivos podem escolher um valor em dinheiro como presente ou um presente propriamente dito, o casal deve decidir o que será melhor para ambos. Pegar o dinheiro ganho como presente e gastar em coisas que não são para casa ou lua de mel não é nada legal e pode ser encarado como falta de educação.

Porém, se eles não forem perguntados, também não devem fazer exigências, nem quanto a um presente específico nem quanto a valores em dinheiro. Não é uma atitude legal querer exigir dos convidados algo que eles devem oferecer naturalmente, como é o caso dos presentes de casamento, sejam em dinheiro ou não.

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento

Planejar um casamento não são só flores: muitos casais passam por vários apertos! E um deles é quando alguém acha que está automaticamente convidado para ser padrinho ou madrinha mesmo não ocorrendo um pedido formal por parte dos noivos. Mas o que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento?

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento? Confira abaixo:

É claro que esta é uma situação pela qual ninguém quer passar, mas infelizmente é mais comum do que se imagina. A pessoa pensa que simplesmente porque conhece o casal está não só convidada para o casamento, como também terá um papel nele. Isso é muito chato porque deixa o casal constrangido e sem saber o que fazer.

O papel de madrinhas e padrinhos no casamento é muito importante. São eles que acompanham o casal em várias decisões, dão suporte em momentos ruins e também costumam estar presentes nas situações adversas, além de contribuir com a organização do casamento. E ter uma pessoa que não é próxima nem do noivo nem da noiva junto pode ser algo bem estranho.

Nesses momentos, é importante que o casal desfaça o mal-entendido o quanto antes. Quanto mais tempo a pessoa que se convidou passar acreditando que será padrinho de casamento, mais difícil será fazê-la mudar de ideia. Além disso, é provável que ela também conte a outras pessoas, deixando a situação ainda pior.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O casal deve conversar francamente com essa pessoa e explicar que ocorreu algum problema de comunicação, explicando que os padrinhos e madrinhas já foram escolhidos e convidados, o que torna adicionar mais uma pessoa algo bem difícil. Isso deve colocar a situação de volta nos eixos, ainda que a pessoa que está sendo “desconvidada” possa se sentir desconfortável.

Também é importante tentar descobrir o porquê do convite inusitado. Muitas vezes, o casal pode ter dito alguma coisa que foi entendida errada ou mesmo distorcida, e deve tentar evitar dizer o mesmo para outras pessoas para que o problema não se repita.

Há também pessoas que se convidam para ser padrinho de casamento porque tem confiança que receberão o convite se colocarem alguma pressão sobre os noivos. Porém, isso é extremamente chato e pode gerar muitos problemas para todos. Ninguém deve subir ao altar tendo como padrinhos e madrinhas pessoas com as quais não se sinta confortável.

A escolha dos padrinhos é algo feito com muito carinho pelos noivos e ninguém deve tentar se intrometer, dar palpites ou forçar um convite. O casal precisa ter a seu lado amigos e familiares de quem gostam e admiram para poder partilhar este momento tão especial e não pessoas que praticamente os obrigaram a aceitá-las no evento.

Padrinhos de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

A situação pode acabar tão séria e constrangedora que o casal irá preferir cortar relações com esta pessoa que está se convidando para ser padrinho do que tentar descobrir o que aconteceu e pedir desculpas, caso tenham realmente errado com algum ato ou palavras. E, nesse caso, todos saem perdendo.

Se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento não deixe de conversar franca e abertamente sobre o que está acontecendo e o que a levou a pensar isso. É claro que existe muita gente sem noção, mas há também pessoas que podem não ter entendido bem alguma coisa que você falou ou fez.

Organização de casamentos

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Não deixe o problema se transformar numa bola de neve e resolva-o o quanto antes. Isso com certeza evitará muito estresse, discussão e aborrecimento.

Dicas para escolher os trajes das damas e pajens

Damas e pajens são figuras tradicionais em festas de casamentos. Porém, por serem crianças, escolher roupas para eles pode não ser tão fácil, pois é preciso prestar ainda mais atenção aos detalhes. Além disso, como tudo parece lindo, esta decisão pode ficar ainda mais difícil. Confira algumas dicas para escolher os trajes das damas e pajens.

Dicas para escolher os trajes das damas e pajens

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Dicas para escolher os trajes das damas e pajens:

Converse com os pais: geralmente, crianças adoram estar em casamentos. Para eles, é realmente interessante ter um papel na cerimônia e ainda usar uma roupa inusitada ou diferente. Porém, é importante também conversar com os pais das crianças para saber se eles autorizam esta participação, pois são eles que irão arcar com os custos e ainda arrumar os pequenos.

Converse com as crianças: a maioria das crianças fica feliz em assumir um papel de destaque no casamento. Mas há também aquelas que são mais tímidas e retraídas, o que provavelmente fará com que elas se sintam pouco à vontade na frente de tanta gente. Por isso, converse também com a criança e veja se ela realmente deseja fazer parte do casamento.

As roupas devem combinar entre si: quem pretende ter mais de um casal de daminhas e pajens no casamento precisa lembrar que as roupas devem combinar entre si. Muita gente opta por trajes iguais para todos, porém esta não é uma regra. O importante é que seja possível visualizar que todos fazem parte do mesmo evento, ainda que suas roupas não sejam exatamente iguais.

Organização de casamentos

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Pense no estilo, horário e local do casamento: o estilo, o horário, o local do casamento e até mesmo a casa de festas ajudam a definir todo tipo de traje que será usado no evento, inclusive as roupas de damas e pajens. Não se esqueça de levar em conta também a estação do ano em que o casamento irá se realizar para não escolher algo muito quente. Crianças ficam incomodadas muito mais rápido que adultos.

Para casamentos mais informais, vestidos de dama mais simples e até estampados podem ser uma ótima opção. Já os pajens podem deixar o terno de lado e usar só camisa e calça com algum acessório interessante, como um suspensório ou chapéu. Já casamentos mais formais vão pedir trajes mais trabalhados e completos, para combinar bem com o evento.

Não tenha medo de provar: separe algumas opções para que as crianças possam provar. Às vezes, o que pensamos inicialmente pode não ser a melhor opção para os pequenos. Tão importante do que deixar todos bonitos é que eles estejam confortáveis, mantendo o visual por mais tempo e permitindo que eles também saiam lindos nas fotos.

Damas e pajens

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Conforto e liberdade dos movimentos: quando se trata de escolher os trajes das damas e pajens, o conforto e a liberdade de se movimentar devem vir em primeiro lugar. Isso costuma ser prioridade para qualquer criança e deve ser para pais e noivos também. Lembre-se que, após a cerimônia, as crianças vão querer brincar e roupas que atrapalham podem acabar danificadas.

Nada de incômodo: materiais e costuras podem incomodar os pequenos. E se na hora da prova eles já manifestarem alguma insatisfação quanto a um detalhe da roupa que não pode ser modificado, então buscar por outra opção é a melhor saída. Passar horas com uma roupa incômoda é extremamente desagradável, principalmente para crianças.

Detalhes infantis contribuem com o visual: muitas noivas querem que damas utilizem réplicas de seus vestidos de casamento, mas esta pode não ser a melhor ideia. Afinal, vestidos de noivas são desenhados para mulheres adultas e podem deixar a criança com um visual estranho. O melhor é escolher um modelo feito para as pequenas, com detalhes infantis que contribuam com o visual.

Como organizar um casamento lindo e econômico

Quando começamos a organizar um casamento, parece que tudo para este tipo de evento é mais caro. Porém, existem várias formas de realizar o casamento dos sonhos sem assumir uma enorme dívida. Veja as dicas da equipe da casa de festas Casuarinas de como organizar um casamento lindo e econômico.

Como organizar um casamento lindo e econômico

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

5 dicas para organizar um casamento lindo e econômico:

1. Determine um orçamento: para quem está começando a organizar um casamento, pode ser complicado delimitar um orçamento, mas isso é fundamental para que o casal tenha em mente quanto pode gastar com cada item. Isso, inclusive, facilita tomadas de decisão, pois quando o dinheiro está contado, temos mais cuidado ao administrá-lo.

É claro que um orçamento enxuto não significa abrir mão de tudo o que sonhou para seu casamento. Isso irá exigir sim alguns cortes, mas também uma pesquisa mais profunda sobre cada item que eles pensam em ter no casamento, para que seja possível montar um evento completo e que os satisfaça.

2. Planeje-se com antecedência: quanto mais cedo começar a organizar o casamento, mais barato ele tende a ser, além das parcelas pesarem menos no orçamento. Ao começar a fechar contratos com antecedência (entre 12 e 18 meses antes do dia é o suficiente), é provável que você consiga obter valores melhores para cada item do seu evento.

Casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Muitos profissionais oferecem valores melhores e formas de pagamento mais convidativas quando o evento está longe simplesmente porque eles podem fazer tudo a longo prazo, comprar seus insumos com preços melhores, etc. Tudo que é encomendado de última hora tende a sair bem mais caro. Por isso, comece a organizar seu casamento lindo e econômico o quanto antes!

3. Elegância e simplicidade: quem disse que, para ter um casamento lindo, é preciso todo tipo de ostentação? Atualmente, elegância e simplicidade estão em alta, o que é ótimo para casais que querem organizar um casamento econômico. O bolo com champanhe, por exemplo, voltou com tudo e é considerado extremamente chique.

Já para quem faz questão de uma festa um pouco maior, para reunir amigos e parentes, outra opção mais econômica é o casamento tipo mini wedding. E mesmo quem tem centenas de convidados e deseja ter uma superfesta pode encontrar formas de economizar cortando supérfluos e adaptando o cardápio. O importante é que o evento tenha a cara do casal.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

4. Coloque a mão na massa: quem quer organizar um casamento lindo e econômico pode precisar fazer algumas coisas em casa. Mas isso não significa que os itens terão uma qualidade inferior; muito pelo contrário. Cada coisa feita pelo casal costuma ser ainda mais significativa para eles e deixa o casamento ainda mais personalizado.

Lembrancinhas, pequenas ou até mesmo grandes decorações. Não importa! Se os noivos tiverem talentos manuais, tudo pode! Se forem bons de cozinha, por exemplo, podem fazer alguns doces ou mesmo uma bela sobremesa para servir aos convidados. O ideal é separar um tempo para fazer tudo com qualidade e não ter vergonha de pedir ajuda a amigos e familiares. Colocar a mão na massa sempre ajuda a economizar um bom dinheiro.

5. Escolha uma data alternativa: nem todo mundo sabe, mas se casar num dia de semana ou num domingo costuma ser um pouco mais barato do que escolher um sábado. Os sábados são mais disputados, o que tende a encarecer não só o aluguel de espaços para festa, como também de itens para decoração e até produtos para o casamento.

Dicas para organizar o casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Talvez, por isso, os casamentos aos domingos estejam se popularizando tanto. Por outro lado, muitos famosos têm se casado durante a semana, não só para aproveitar valores melhores, mas também porque têm uma agenda mais apertada nos finais de semana. Vale a pena pensar numa data alternativa ao organizar um casamento lindo e econômico.