Posts

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento

Planejar um casamento não são só flores: muitos casais passam por vários apertos! E um deles é quando alguém acha que está automaticamente convidado para ser padrinho ou madrinha mesmo não ocorrendo um pedido formal por parte dos noivos. Mas o que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento?

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O que fazer se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento? Confira abaixo:

É claro que esta é uma situação pela qual ninguém quer passar, mas infelizmente é mais comum do que se imagina. A pessoa pensa que simplesmente porque conhece o casal está não só convidada para o casamento, como também terá um papel nele. Isso é muito chato porque deixa o casal constrangido e sem saber o que fazer.

O papel de madrinhas e padrinhos no casamento é muito importante. São eles que acompanham o casal em várias decisões, dão suporte em momentos ruins e também costumam estar presentes nas situações adversas, além de contribuir com a organização do casamento. E ter uma pessoa que não é próxima nem do noivo nem da noiva junto pode ser algo bem estranho.

Nesses momentos, é importante que o casal desfaça o mal-entendido o quanto antes. Quanto mais tempo a pessoa que se convidou passar acreditando que será padrinho de casamento, mais difícil será fazê-la mudar de ideia. Além disso, é provável que ela também conte a outras pessoas, deixando a situação ainda pior.

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

O casal deve conversar francamente com essa pessoa e explicar que ocorreu algum problema de comunicação, explicando que os padrinhos e madrinhas já foram escolhidos e convidados, o que torna adicionar mais uma pessoa algo bem difícil. Isso deve colocar a situação de volta nos eixos, ainda que a pessoa que está sendo “desconvidada” possa se sentir desconfortável.

Também é importante tentar descobrir o porquê do convite inusitado. Muitas vezes, o casal pode ter dito alguma coisa que foi entendida errada ou mesmo distorcida, e deve tentar evitar dizer o mesmo para outras pessoas para que o problema não se repita.

Há também pessoas que se convidam para ser padrinho de casamento porque tem confiança que receberão o convite se colocarem alguma pressão sobre os noivos. Porém, isso é extremamente chato e pode gerar muitos problemas para todos. Ninguém deve subir ao altar tendo como padrinhos e madrinhas pessoas com as quais não se sinta confortável.

A escolha dos padrinhos é algo feito com muito carinho pelos noivos e ninguém deve tentar se intrometer, dar palpites ou forçar um convite. O casal precisa ter a seu lado amigos e familiares de quem gostam e admiram para poder partilhar este momento tão especial e não pessoas que praticamente os obrigaram a aceitá-las no evento.

Padrinhos de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

A situação pode acabar tão séria e constrangedora que o casal irá preferir cortar relações com esta pessoa que está se convidando para ser padrinho do que tentar descobrir o que aconteceu e pedir desculpas, caso tenham realmente errado com algum ato ou palavras. E, nesse caso, todos saem perdendo.

Se alguém se convidar para ser padrinho do seu casamento não deixe de conversar franca e abertamente sobre o que está acontecendo e o que a levou a pensar isso. É claro que existe muita gente sem noção, mas há também pessoas que podem não ter entendido bem alguma coisa que você falou ou fez.

Organização de casamentos

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Não deixe o problema se transformar numa bola de neve e resolva-o o quanto antes. Isso com certeza evitará muito estresse, discussão e aborrecimento.

O que significa ser padrinho ou madrinha de casamento?

É provável que você conheça várias pessoas que já foram padrinhos e madrinhas de casamento, ou mesmo já tenha passado por isso. Mas você sabe o que significa ser padrinho ou madrinha de casamento? Sabe de onde vem essa tradição?

Festa de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Pode parecer engraçado hoje em dia, mas os primeiros padrinhos de casamento eram guerreiros de verdade! Eles defendiam os noivos caso houvesse algum problema durante o enlace. Afinal, até a Idade Média, tentar roubar a noiva para se casar com ela não era algo assim tão incomum. Por isso, os guerreiros ficavam a postos para evitar essa situação.

Mas o costume de se ter padrinhos de casamento foi instituído no Concílio de Trento. Realizado entre 1545 e 1563, esta reunião decretou inúmeros dogmas da igreja, dentre eles o sacramento do matrimônio. Antes disso, o casamento podia ser feito somente entre os noivos: eles faziam os votos um para o outro e estavam casados.

Depois do Concílio de Trento, a situação mudou e um casamento só era reconhecido se fosse celebrado por um pároco e tivesse duas pessoas como testemunha. Daí em diante, este se tornou um verdadeiro evento, crescendo a cada ano, até tomar os moldes que conhecemos atualmente, com vários padrinhos e muitos convidados.

Nos dias de hoje, os padrinhos não são mais considerados apenas testemunhas. É claro que para ter validade civil é necessário que duas pessoas assinem um papel dizendo que o casal está fazendo tudo de livre e espontânea vontade, mas ninguém convida uma pessoa para ser madrinha ou padrinho de casamento somente por motivos burocráticos.

Cerimônia de casamento

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Padrinhos e madrinhas têm um papel muito mais de amizade e companheirismo atualmente. Eles não são escolhidos para defender o casal, mas costumam acompanhá-los em vários momentos e até ajudar com a organização do evento, dando opiniões e contribuindo com determinadas escolhas, se envolvendo ainda mais com a vida dos noivos.

Por isso é muito importante escolher os padrinhos e as madrinhas de casamento com muito cuidado e carinho, deixando de lado problemas familiares e outras questões que às vezes nos atrapalham. Os padrinhos de um casamento devem ser escolhidos com o coração, e não porque eles têm dinheiro ou porque foram impostos pela família.

Geralmente, é papel de padrinhos e madrinhas estar disponível sempre que os noivos precisarem de ajuda e aconselhamento, mesmo depois de estarem casados. E, mesmo antes disso, é provável que esse grupo de pessoas tenha que mediar várias situações e ajudar o casal a chegar a um consenso, tanto sobre o casamento, quanto sobre alguma outra questão pessoal.

E vale lembrar que fica a cargo de madrinhas e padrinhos organizar despedidas de solteiro, chá de panela e outros pequenos eventos que costumam ocorrer antes do casamento. Quando a noiva e o noivo vão fazer as provas de seus trajes, é legal que levem pelo menos alguns desses companheiros para ter opiniões sinceras sobre caimento e ajustes.

O que significa ser padrinho ou madrinha de casamento?

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

A própria noiva precisa muito de ajuda para conseguir colocar o vestido no dia do casamento e, muitas vezes, é uma das madrinhas que vai com ela nas provas para aprender sobre os vários fechos, zíperes e botões que devem ser fechados no dia do evento. Também é comum ter uma madrinha responsável por ajudar a noiva a manter o visual intacto até o fim do evento.

Os padrinhos também fazem parte deste dia e costumam ser igualmente importantes. Geralmente, eles se arrumam junto com o noivo, ajudando a deixá-lo mais calmo, acompanham o rapaz até a igreja e ficam junto a ele esperando até a hora de entrar na igreja. Todas as brincadeiras feitas durante a festa de casamento também ficam a cargo dos padrinhos, que devem combinar e organizar tudo com antecedência.

Ser padrinho ou madrinha de casamento significa muito mais do que ter um lugar reservado no altar: é fazer parte de uma relação muito profunda e ajudar a zelar por ela. Por isso, pense bem em quem estará junto a você no altar no dia do seu casamento. E, se receber um convite para ser madrinha ou padrinho, considere-se uma pessoa querida e privilegiada.