Posts

Dicas para a mãe da noiva na organização do casamento

As mães ficam sempre animadas quando seus filhos anunciam o matrimônio. Algumas já começam a procurar inspirações para decoração de casamento, outras ficam pensando primeiro no tipo de vestido de noiva que será utilizado, quais lembrancinhas de casamento oferecer, etc. Entretanto, é preciso ter cautela para não exagerar na dose. Por isso, a Casuarinas separou dicas para a mãe da noiva não errar.

Veja 6 dicas para a mãe da noiva contribuir na organização do casamento

Lista de convidados

Muita gente já sabe o quanto é difícil montar uma lista de convidados para o casamento. Isso acontece porque é bem complicado saber quem pode ser cortado se precisar e, às vezes, a emoção pode ficar acima da razão.

Com a ajuda da sua mãe, isso pode ser bem mais prático, pois ela tem uma visão mais madura da situação. Ela saberá também quais familiares devem ser convidados. Vocês, é claro, tomarão a decisão final, mas, nesse primeiro momento, o auxílio dela pode ser fundamental.

Dicas para a mãe da noiva na organização do casamento

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Ajudar a escolher o vestido

Uma das principais dicas para a mãe da noiva é que ela pode, sim, ajudar na escolha do vestido da filha. Esse momento é muito especial e muitas mães sonham com isso. Por isso, não ignore as opiniões dela e peça sempre uma sugestão quando precisar. Pode ter certeza que ela é a pessoa que mais quer te ver linda e satisfeita no grande dia.

Mas, calma, isso não quer dizer também que ela vai escolher o vestido que você vai usar. O dia é seu, o momento é seu. As opiniões da sua mãe devem ser levadas em consideração. Porém, como qualquer coisa, tudo deve ser equilibrado e a decisão final é sua. Ela vai respeitar o seu espaço!

Ser seu braço direito para tudo

Sua mãe deve ser a pessoa mais confiável para negociar com fornecedores quando você não puder fazer isso pessoalmente. Mães são ótimas para conversar com várias pessoas e pedir indicações dos melhores valores de tudo. Além disso, como “mãe sabe de tudo”, elas podem resolver várias outras questões sobre todo o andamento das contratações realizadas. Se algo sair dos eixos, ela poderá resolver antes mesmo de você perceber.

Veja dicas para a mãe da noiva contribuir na organização do casamento

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Ela também é anfitriã

Essa é uma das grandes dicas para a mãe da noiva que muita gente não sabe que é um fato. Ela deve cumprimentar os convidados e confirmar a todo momento se tudo está saindo como planejado. Afinal, você estará ocupadíssima e muito requisitada no dia, então, toda ajuda é bem-vinda. A mãe da noiva também deve estar por perto no momento das fotos em família. Sumir na hora dos registros está fora de cogitação.

Ficar encarregada de atividades de última hora

Quando chega o grande dia, o casal fica muito nervoso, o que é natural. Entretanto, qualquer pequeno detalhe pode piorar essa situação ainda mais. Por isso, nos momentos antes do casamento, uma das dicas para a mãe da noiva é ficar responsável por qualquer problema que venha a surgir. Oriente os fornecedores e qualquer outra pessoa que possa precisar de ajuda a falarem diretamente com ela se precisarem.

Dicas para a mãe da noiva ajudar com o casamento

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Preservar uma boa relação com a família do noivo

Mesmo que não tenha muita intimidade, a mãe da noiva deve manter uma ótima relação com a sogra da filha e a família do noivo de um modo geral. Não se pode esquecer que eles também são muito importantes para o evento. Além disso, o casal fica muito feliz e satisfeito ao ver que suas famílias se dão bem e não tornam o ambiente desagradável.

Essas são apenas algumas dicas para a mãe da noiva poder contribuir com a realização do casamento. Acima de tudo isso, o fundamental mesmo é ter o colo e apoio dela sempre que precisar. Tenha certeza de que sua mãe quer te ver muito feliz. A Casuarinas, casa de festas especializada em casamentos, tem sempre as melhores novidades para você.

Melhor mês para se casar: veja as vantagens de cada um e escolha o seu

Uma das grandes dúvidas que rodeia o casal na hora de organizar o matrimônio é sobre qual o melhor mês para se casar. Será que existe algum que seja o ideal? Existem datas que são importantes para os noivos, como o primeiro beijo, o pedido de namoro, etc., mas é preciso avaliar diversos fatores antes de escolher o dia certo para o casamento.

Isso porque a data escolhida vai influenciar na decoração de casamento, qual o melhor tipo de decoração com flores, quando enviar os convites de casamento, qual tipo de vestido de noiva usar e várias outras questões. Portanto, o dia e mês pretendidos precisam ser pensados com muito carinho. Sabendo as características de cada mês através deste artigo, você poderá tomar uma decisão mais consciente para que o momento seja inesquecível.

Melhor mês para se casar: veja as vantagens de cada um e escolha o seu

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Confira as características e escolha seu melhor mês para se casar

Janeiro

Por ser um mês depois das festas de fim de ano, janeiro é pouco procurado para realização de casamentos. Isso acaba possibilitando que sejam encontrados valores mais em conta dos serviços necessários. Entretanto, o calor excessivo do mês pode atrapalhar um pouco cerimônias realizadas durante o dia. Escolha realizar o casamento durante a noite e de preferência em locais com cobertura por causa das chuvas.

Fevereiro

Ainda é um mês de baixa procura, por isso pode ser mais fácil contratar os serviços. Fevereiro é o mês das flores tropicais, como as angélicas, que possuem um aroma muito querido pelas noivas. Vale lembrar que ainda é um mês com muitas chuvas e o Carnaval pode ser um empecilho para a festa. Isso porque vários convidados podem estar viajando e não poderão comparecer. Além disso, devido à alta temporada, a luz de mel pode sair por um preço bem salgado.

Confira as características e escolha seu melhor mês para se casar

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Março

Em março a procura já começa a aumentar e, consequentemente, os valores também. O calor vai dando uma trégua, mas ainda chove bastante. O mês é conhecido pelas “águas de março” que fecham o verão, por isso, o melhor é estarem prevenidos de possíveis chuvas. É um ótimo mês para usar orquídeas na decoração por preços mais baixos.

Abril

Abril é considerado por muita gente o melhor mês para se casar. Isso porque as chuvas já encerraram e não é tão concorrido como maio, por exemplo. Esse mês deve ser a primeira opção para quem gostaria de se casar ao ar livre, pois as temperaturas já estão mais agradáveis. Não é mais tão quente, mas também nem tão frio ainda.

Abril é considerado por muita gente o melhor mês para se casar

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Maio

Por tradição, maio é conhecido como “mês das noivas”. Porém, segundo o IBGE, ele já não se trata mais do mês mais procurado para realização de casamentos. A temperatura do mês também é bem agradável, mas os preços das flores sobem bastante por conta do Dia das Mães. Por isso, na hora de procurar os serviços, pesquise muito para obter os melhores valores.

Junho

Para os fãs de tulipa, é o melhor mês para se casar. O frio já começa a dar as caras neste período do ano. Por isso, junho é preferido pelos homens para realizar o casamento, pois faz com que eles fiquem mais à vontade para usar qualquer tipo de roupa de noivo. Ainda se tratando das temperaturas, o melhor é evitar cerimônias ao ar livre para que não fique muito frio para crianças e idosos.

Julho

Por causa do frio em seu auge e das férias, julho é um mês pouco disputado para realização de casamentos. Isso pode facilitar você a realizar sua festa em um local que sempre sonhou por um precinho bem bacana. Mas lembre-se: evite lugares abertos. Para o menu do casamento, você pode optar por caldos e bebidas quentes.

Melhor mês para se casar: escolha o seu

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Agosto

Muitas pessoas acreditam que este não é o melhor mês para se casar. Isso porque, segundo uma lenda portuguesa, “agosto é o mês do desgosto” e dá azar realizar o casamento nesse período do ano. Então, se o casal não leva em conta esse tipo de superstição, esse é o momento para aproveitar! Devido à baixa procura, você pode encontrar serviços oferecendo valores mais baixos. Em agosto, o copo de leite está muito mais bonito e pode ser muito bem aproveitado na decoração.

Setembro

Este é o mês que oferece todo um charme por causa da chegada da primavera. A diversidade de flores para escolher para decoração é imensa. Por ter um clima já mais agradável, sem tanto frio, ele favorece a realização de casamentos ao ar livre. Mas, como “nem tudo são flores”, setembro é o mês mais concorrido para o evento, sendo considerado o “novo maio”. É preciso se apressar para fechar serviços o quanto antes e lembrar também que eles podem estar mais caros.

Outubro

Mês do auge da primavera, ele é ótimo para quem gosta de climas quentes, mas sem exageros ou chuvas. Assim como o anterior, outubro também é bastante concorrido quando se trata de casamentos. Para as flores, os melhores preços estão com os lírios e as frésias.

Saiba qual o melhor mês para se casar

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Novembro

Para quem quer realizar o evento no período do dia que corresponde ao fim de tarde e início da noite, novembro é o melhor mês para se casar. Isso porque o horário de verão pode fornecer um lindo pôr do sol na hora da cerimônia de casamento ao ar livre. Desvantagem? O calor e as chuvas fortes estão voltando com força total.

Dezembro

Dezembro é um mês que muitos querem se casar porque é mais fácil equilibrar as contas, devido ao décimo terceiro, e viajar na lua de mel, por causa do período de férias. Mas, para quem quer realizar um casamento ao ar livre, ele não é muito indicado. Isso porque o calor nesse período já está alto e as chuvas costumam vir fortes, o que pode influenciar até mesmo na maquiagem da noiva. Outra desvantagem é que os preços sobem, de tudo, pois é a época em que as empresas costumam faturar mais.

E então, já sabe qual o seu melhor mês para se casar? A Casuarinas, casa de festas para casamentos, tem sempre as melhores dicas para você. Além disso, conta com uma assessoria cerimonial experiente que pode te ajudar na organização da sua festa. Entre em contato e faça seu orçamento.

Casar de manhã: veja diferentes vantagens para o casamento nesse horário

Escolher um dia e horário perfeito para o casamento não é uma tarefa simples. A data escolhida pode ser um dia especial para os noivos, mas e se não tiver disponível para os fornecedores e nem para o local da festa? Casar de manhã pode acabar com esse problema e oferece outras diversas vantagens que você vai ver neste artigo.

Casar de manhã: veja diferentes vantagens para o casamento nesse horário

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Vantagens em se casar de manhã

Mais econômico

Isso mesmo, casar de manhã pode gerar uma boa economia para o casal. Isso porque os casamentos matutinos são de baixa procura, para os horários da noite é que há bastante disputa. Dessa forma, os serviços de casamento que você precisa contratar e o local alugado que você escolher para realizar a cerimônia e/ou festa estarão com preços bem mais em conta.

O dia é mais aproveitado

Ao optar por se casar de manhã, a possibilidade da sua festa durar muito mais horas sem que as pessoas fiquem tão cansadas ou precisem ir embora é muito maior. Organizando tudo certinho e obedecendo os horários, a festa pode se estender até o fim da tarde, basta conversar com fornecedores e saber também se o local poderá ser usado por mais tempo.

Vantagens em se casar de manhã

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Penteado e maquiagem naturais

Quando o casamento é realizado no período da manhã, a noiva pode ter uma produção muito mais delicada. Os tons utilizados na make poderão ser o mais leve possível, principalmente nos olhos. Maquiagens pesadas e com muitas camadas de blush ou base podem marcar muito o rosto da noiva, ficando com uma evidência excessiva devido à luz do sol. Aposte em tons leves e mais naturais possíveis e não irá se arrepender!

Para os cabelos, o penteado também pode ser bem leve ou você pode até mesmo deixar o cabelo natural. Casar de manhã permite essa possibilidade. Noivas que se sintam à vontade com isto podem também trocar o véu por uma linda coroa de flores, que deixa o visual encantador.

Claridade e luz natural à vontade

A iluminação natural para o casamento traz todo um charme para o evento. Ela transforma o ambiente e, para os casamentos ao ar livre, permite que a própria natureza seja usada a seu favor na decoração. Além disso, as fotos ficarão incríveis, mas, claro, se você escolher o fotógrafo certo para o casamento. Explore o máximo que puder da luz natural que casar de manhã oferece.

Vantagens em casar de manhã: claridade e luz natural à vontade

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Mais liberdade para o look dos noivos

Escolhendo se casar de manhã, os noivos terão a possibilidade de optar por roupas mais casuais. A noiva pode escolher vestidos mais simples, soltos, com rendas e saias mais leves, deixando de lado o vestido armado e pesado. Vestidos desse modelo são ideais para o casamento matutino. Para os pés, não será pecado abandonar os saltos. Dependendo do ambiente, se for ao ar livre, ficará até mais confortável e fácil de caminhar.

Já para o noivo, os ternos claros são uma excelente pedida para o evento. Se preferir, poderá até mesmo descartar o terno e usar somente camisa e colete, ou uma camisa acompanhada de suspensório. Dependerá do estilo e gosto pessoal de cada um.

Vantagens em casar de manhã: mais liberdade para o look dos noivos

Fonte: Casa de Festas Casuarinas

Menu bem variado

Casar de manhã permite uma possibilidade infinita de menus. Ele deve ser pensado com antecedência e é uma das partes principais de um casamento. É importante que o menu esteja de acordo com o momento que a festa irá acontecer. Para esse momento do dia, um brunch, que é a mistura de café da manhã (breakfast) com almoço (lunch), é uma boa pedida. Frutas, café, sucos naturais, pães, torradas, geleias diversas, patês, salgados, biscoitos e frios são itens que podem compor o seu brunch.

Casar de manhã oferece muitas possibilidades e benefícios. Aproveite esse momento gostoso do dia para dizer o “sim” no altar. A Casuarinas, casa de festas para casamentos, tem sempre as melhores dicas para você. Não deixe de conferir o blog.

Candy bar para casamento

É cada vez mais comum ir em festas que contam com um candy bar, inclusive casamentos. Diferente da mesa de doces tradicional, que têm brigadeiros, beijinhos, camafeus, bombons e vários outros docinhos de festa, o candy bar para casamento é o local para servir guloseimas como balas, jujubas, marshmallows, dentre outros.

O candy bar para casamento é o local para servir guloseimas como balas, jujubas, marshmallows, dentre outros.

Fonte: Pinterest.

Inicialmente feito para entreter e agradar as crianças, o candy bar tornou-se querido por convidados de todas as idades. Por isso, é interessante pensar em ter um espaço como este no casamento, mesmo que nem se tenha muitos pequenos figurando entre os convidados. Afinal, todo mundo gosta de ter um docinho sempre a mão.

Vale ressaltar novamente que um candy bar para casamento não substitui a tradicional mesa de doces, mas serve para complementá-la com elementos que geralmente não vemos neste tipo de evento. Assim, investir num candy bar bonito e bem decorado pode ser um diferencial bem interessante e inusitado, servindo até como fundo para ótimas fotos.

Na hora de criar um candy bar para casamento, é importante pensar se ele ficará disponível por toda a festa ou somente num momento ou mesmo no final para os convidados se servirem ao sair, no lugar ou complementando a mesa de chá. Quanto mais tempo ele ficar disponível, mais doces precisam ser comprados e é preciso ter uma pessoa sempre repondo o que acabar.

O candy bar para casamento é o local para servir guloseimas como balas, jujubas, marshmallows, dentre outros.

Fonte: Wedding Dash.

Também é válido escolher uma boa variedade de doces para tornar o candy bar ainda mais especial. Não se esqueça de que, se o intuito é agradar aos mais diversos convidados, desde os mais jovens até aqueles na terceira idade, oferecer vários tipos de doces, com diferentes sabores e texturas, é fundamental.

Vale lembrar que doces como cupcakes, donuts e cookies podem ficar no candy bar para casamento, mas é importante ter mais cuidado com eles, pois tendem a ser mais perecíveis que os doces industrializados. Se estiver muito calor no dia do casamento, eles devem ser disponibilizados aos poucos e sempre armazenados em local fresco para não estragar.

O local do candy bar não deve ser isolado da festa de casamento, nem parecer que foi montado a parte. Apesar dos doces, por si só, já serem uma decoração encantadora, ele precisa receber outras decorações compatíveis com o resto da festa, inclusive flores e outros detalhes. Usar a cor dos doces como forma de integrar o candy bar a festa é uma ótima ideia e pode encantar a todos ainda mais.

O candy bar para casamento é o local para servir guloseimas como balas, jujubas, marshmallows, dentre outros.

Fonte: Delegate.

Colocar algum tipo de iluminação no local também pode ajudar a integrar o candy bar ao resto da festa, além de chamar atenção para ele. O ideal é posicioná-lo próximo a mesa de doces para que ele não acabe esquecido, mas de forma que não interfira na circulação ou esteticamente, pois estas são duas estações separadas.

Este não é um cantinho difícil de ser montado, porém é importante dar atenção especial a ele utilizando vidros e jarros de diferentes tamanhos para colocar os doces, assim como lembrar de colocar o nome do que está sendo servido para que os convidados possam escolher com consciência. Lembre-se que pode haver pessoas com restrições alimentares que não podem comer qualquer doce.

Não se esqueça de disponibilizar também pegadores para que os convidados possam se servir de forma higiênica, sem precisar colocar a mão dentro dos vidros de doces. Saquinhos de papel ou plástico também ajudam para que as pessoas, ao se servirem, tenham onde colocar os doces, principalmente aqueles que não são embalados individualmente.

O candy bar para casamento é o local para servir guloseimas como balas, jujubas, marshmallows, dentre outros.

Fonte: Love Story Novias.

O candy bar para casamento pode dar um charme ainda mais especial para o seu evento. Por isso, vale a pena investir nesta ideia que ajuda a tornar a festa ainda mais colorida e inesquecível.

Como recusar um convite de casamento?

Se você recebeu um convite de casamento, sinta-se honrado! Afinal, a lista de convidados de casamento é algo que sempre dá o que falar e, no final, somente as pessoas realmente importantes são convidadas. Por esse motivo, ter que avisar que não poderá ir ao evento pode ser bem complicado. Mas como recusar um convite de casamento?

Como recusar um convite de casamento?

Fonte: Elegant Wedding Invites.

Nestes momentos, o melhor a fazer é ser o mais honesto possível com o casal e avisar o quanto antes sobre sua ausência. Muita gente deixa para última hora para avisar que não poderá comparecer ao casamento, o que tende a magoar o casal muito mais do que se eles tivessem sido comunicados com antecedência.

Não há vergonha em precisar faltar. Afinal, muitos casais já contam com, ao menos, 20% de falta dos convidados. Porém, ao avisar cedo sobre a sua ausência, você pode se justificar e o casal tem a oportunidade de convidar outras pessoas que acabaram ficando de fora ou mesmo investir o valor que seria gasto com você em outros itens do casamento ou mesmo na lua de mel.

Não comparecer ao casamento e nem avisar que você não pode ir é a pior atitude que qualquer pessoa pode ter. A presença de cada convidado é importante para os noivos, pois eles desejam comemorar esta data tão especial com pessoas que fazem parte da vida de ambos. Além disso, cada convidado custa dinheiro ao casal e sua ausência pode acabar desperdiçando algum item caro.

Como recusar um convite de casamento?

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Por isso, assim que você souber que não pode comparecer a um casamento, entre em contato com o serviço de RSVP para que as devidas providências possam ser tomadas. Além disso, vale a pena ligar para os noivos e justificar sua falta: conte com sinceridade o motivo de não poder ir ao casamento e diga que lamenta não poder dividir este momento com eles.

Nessas horas, mentir é sempre a pior opção, pois, atualmente, não é difícil descobrir onde uma pessoa esteve. Assim, se você tem um compromisso familiar ou no trabalho inadiável ou mesmo uma vigem que não poderá ser remarcada, conte ao casal sobre esta condição para que não ocorram equívocos.

Mesmo que você já tenha confirmado presença no casamento e algo de última hora aconteça, vale a pena tentar entrar em contato com o serviço de RSVP ou mesmo com a assessoria cerimonial para avisar que não poderá ir. Quando sua presença é esperada, o não comparecimento pode gerar muita mágoa, principalmente se você for muito próximo ao casal.

Como recusar um convite de casamento?

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

É claro que se acontecer algum problema com você ou sua família no dia (ou em cima da hora) do casamento e não houver como avisar que você não irá, não tem problema. Tente contato com o casal ou seus pais no dia seguinte e conte sobre o acontecido. Eles certamente não irão se chatear e mostrarão toda sua solidariedade quanto a sua condição.

Mas é claro que você não precisa se sentir mal em não poder ir ao casamento. Imprevistos acontecem com todo mundo e existem formas de tentar compensar sua ausência. Uma delas é enviando um presente de casamento para os noivos usarem na casa nova. Outra opção é marcando um encontro com eles antes ou depois do casamento.

Dessa forma, você pode expôr o motivo de sua falta e eles podem contar mais sobre a organização do casamento e da festa. Se o encontro for posterior ao evento, peça para ver as fotos e os vídeos tanto do casamento quanto da lua de mel. Mostre-se realmente interessada(o) em tudo o que aconteceu para que essa relação não fique abalada e a amizade possa permanecer por muitos anos.

Dicas para organizar a viagem de lua de mel

Nem todo casal se dá conta da necessidade de pensar na lua de mel ao mesmo tempo em que se organiza o casamento. Afinal, isso dá a eles tempo para escolher o destino com consciência e também se programar financeiramente. Confira então essas dicas para organizar a viagem de lua de mel separadas pela equipe da Casuarinas Casa de Festas.

Organização de viagem de lua de mel

Fonte: Freepik.

10 dicas para organizar a viagem de lua de mel:

1. Planeje com antecedência: mesmo que o casal não comece a pensar na lua de mel tão cedo quanto o casamento, é importante tentar se organizar para fazer isso ao menos alguns meses antes da data do evento. Isso ajuda não só no pagamento da viagem, como também a escolher o destino.

2. Planeje em conjunto: Essa é uma das principais dicas para organizar a viagem de lua de mel. nenhum dos noivos deve tomar todas as decisões sobre a lua de mel (ou qualquer aspecto do casamento) sozinho. Mesmo que o casal discorde sobre onde ir ou o que fazer, o legal é conversar bastante para decidir junto o destino da viagem. É importante lembrar que esse período é um momento para curtir a dois, devendo agradar a ambos.

3. Tenha um orçamento: essa pode ser a parte mais chata, mas é fundamental separar um orçamento para a lua de mel. Ter valores em mente ajuda a realizar uma seleção mais acertada do destino. Quem não pode arcar com grandes custos pode viajar para um local mais próximo de sua cidade ou buscar por ofertas em sites de viagem, por exemplo.

Viagem para casados

Fonte: Freepik.

4. Fuja dos destinos mais tradicionais: para ter uma viagem de lua de mel mais tranquila (e econômica) vale a pena buscar por destinos diferentes. Principalmente quem não gosta de enfrentar filas, multidões e até pagar mais caro por produtos e serviços deve investir em destinos pouco usuais. Dê preferência a locais com atividades que ambos gostem de fazer.

5. O romance quem faz são vocês: muitos casais pagam valores absurdos por pacotes de lua de mel, mas não obtêm grandes vantagens por causa disso. Por isso, quando estiver fazendo a pesquisa de locais e preços, o casal deve comparar os diferentes pacotes, observar se vale mesmo a pena pagar a mais pelo de lua de mel.

6. Cuidado com os excessos: quando estiver arrumando suas malas, o casal deve sempre ter em mente o local para o qual está indo. Nem sempre é necessário levar casacos pesados e botas para um ambiente de praia no verão, mas eles certamente farão falta num destino de montanha no inverno. O excesso de bagagem é algo incômodo e desnecessário, especialmente ao organizar a viagem de lua de mel, sem falar que as companhias aéreas estão faturando mais alto com isso.

Lua de mel

Fonte: Freepik.

7. Mas seja precavido: mas é claro que não levar nenhum casaco também pode ser um problema. É válido sim levar tudo o que é essencial para ter conforto e ter uma pequena reserva de dinheiro caso seja necessário comprar alguns itens de uso pessoal durante a viagem. Contratempos acontecem e é importante se preparar para eles de alguma forma.

8. Faça um seguro de viagem: Essa dica é para evitar que a viagem de lua de mel seja no hospital e sem seguro. É válido fazer um seguro viagem, principalmente no caso de destinos internacionais. Esse tipo de seguro dá várias garantias, inclusive de atendimento médico, e tende a gerar mais segurança e conforto durante a viagem.

9. Lembre-se de descansar: quando viajamos, inclusive em lua de mel, temos vontade de conhecer todos os lugares e vivenciar a cultura local das mais diferentes formas. Mas o casal deve se lembrar de que este é um momento para que eles possam se conectar e descansar de todo o planejamento do casamento, para começarem bem a vida a dois.

Dicas para organizar a viagem de lua de mel

Fonte: Freepik.

10. Prepare-se para a convivência: Essa é uma das principais dicas para organizar a viagem de lua de mel e se sair bem dela. Nem todo casal tem experiência em dividir o espaço com o parceiro. Muitos saem direto da casa dos pais para a nova casa, sem muito tempo para se adaptar a situação. Porém, a lua de mel pode ajudar muito nisso, dando ao casal tempo para se conhecer e se adaptar para esta convivência.

Pode enviar convite de casamento digital

A internet e os aplicativos de troca de mensagem já mostraram que vieram para ficar e isso tem mudado um pouco o comportamento de casais que estão organizando seus casamentos. Eles não só têm usado a rede de computadores para buscar informações e contatar fornecedores, como também para enviar convites para eventos. Mas será que pode enviar convite de casamento digital?

Organização de casamento

Fonte: Blog Inviter.

É claro que não é proibido enviar um convite de casamento digital, mas também é importante lembrar que este tipo de evento pede algo mais formal desde sua preparação até sua execução, e os convites impressos fazem parte desta formalidade esperada por todos.

O casamento é um evento diferente e, por mais que o casal esteja organizando algo pequeno e informal, ele ainda possui sim um clima de formalidade. Por isso, o convite de casamento impresso ainda é sim muito popular, além de ajudar os convidados a se organizarem. Principalmente as pessoas de mais idade esperam receber um convite impresso.

Antigamente, quanto maior o convite, maior a festa. E, apesar desta tradição ter se perdido, ter um convite de casamento de tamanho correto, proporcional, feito num papel de boa qualidade, bem diagramado e com informações bem completas é um diferencial para seu evento, mesmo que ele seja algo simples e intimista.

Convite de casamento online

Fonte: MakeUseOf.

Muitos casais já chegam nas assessoras cerimoniais dizendo que não querem enviar convites impressos, pois eles custam caro e a maioria das pessoas acaba jogando-os fora, o que é parcialmente verdade. Entretanto, há pessoas que guardam convites de casamentos por muitos anos, como se eles fossem uma lembrança importante desta data.

Se o casal realmente desejar enviar convites de casamento digitais, precisa saber que é praticamente impossível abrir mão completamente dos convites impressos. Afinal, há aqueles parentes que não gostam muito de computadores ou mesmo que não usam aplicativos de troca de mensagens ou e-mails e precisarão receber o convite impresso em mãos.

Já convidados mais jovens e que tem familiaridade com a tecnologia ficarão felizes em receber um convite de casamento digital. Mas, vale lembrar que toda tecnologia é falha e que alguém pode ficar sem receber seu convite digital. Por isso, é bom ter um serviço de RSVP ativo e que confirme não só a participação dos convidados no evento, como também o recebimento do convite.

Pode enviar convite de casamento digital

Fonte: Polka Dot Bride.

No caso de convidados morarem longe, especialmente no exterior, enviar um convite de casamento digital pode ser bem importante, pois a verdade é que nem sempre podemos contar com o serviço dos Correios. Vale lembrar-se de avisar ao convidado os motivos de você estar enviando um convite virtual e que ele tem a mesma validade de um impresso.

Para quem está buscando formas de economizar no casamento, enviar convites digitais para uma parte dos convidados pode contribuir com esta economia. Reserve os convites impressos para a família próxima e padrinhos, pois essas pessoas vão valorizar e guardar o material por muito mais tempo do que qualquer outro convidado.

O ideal é que o convite virtual seja igual a impresso, contendo as mesmas informações detalhadas e permitindo que o convidado se organize com antecedência. Além disso, também vale lembrar que o convite de casamento é a primeira apresentação do evento aos seus convidados e, por isso, é fundamental que todos sigam uma mesma identidade visual.

Dicas para enviar o convite de casamento

Fonte: Sveta Creative.

Apesar do convite impresso ainda ser uma preferência popular tanto entre noivos quanto organizadores de eventos, pode sim enviar convite de casamento digital. Mas é importante lembrar que a seriedade deste tipo de evento geralmente exige algo mais formal e que nem sempre podemos contar com a tecnologia.

Dicas de temas para chá de panela

As festas temáticas são muito populares, inclusive quando se trata de comemorações para adultos, como é o caso do chá de panela. E se você pretende realizar um evento temático, confiras algumas dicas de temas para chá de panela organizadas pela equipe da casa de festas Casuarinas.

Dicas de temas para chá de panela

Fonte: Pinterest.

Dicas de temas para chá de panela:

1. Paris: a cidade luz é um destino muito romântico e visitá-la é o sonho de vários casais para a lua de mel. Porém, se essa não é uma realidade para você, Paris pode ser o tema do seu chá de panela. A decoração sempre fica linda e a criação de um cardápio inspirado na confeitaria francesa pode tornar o evento ainda mais delicioso.

2. Chá da tarde: apesar do nome, foi-se a época em que as pessoas realmente serviam chá num chá de panela, principalmente devido ao clima no Brasil não contribuir muito com a prática. Porém, decorar o evento com esse tipo de referência pode deixá-lo bastante charmoso e ainda dar um toque personalizado.

3. Flores: nada alegra mais um ambiente do que a natureza e utilizar flores na decoração do chá de panela vai ajudar a deixá-lo também mais colorido. O legal das flores é que elas ainda podem ser distribuídas como lembrança da festa, fazendo com que os convidados se lembrem da data por ainda mais tempo.

Dica de tema

Fonte: Krown Kreations & Celebrations.

4. Corações: eles são o símbolo do amor e, por isso, funcionam muito bem como tema de chá de panela. Para que o visual do evento fique mais alegre, use corações de várias cores (não apenas vermelhos e rosas) ou misture-os com outros elementos, como flores, louças, balões, etc. Isso pode, inclusive, ajudar na personalização da decoração do chá de panela.

5. Cozinha: é o mais comum e, mesmo assim, segue conquistando o coração das noivas. Criar uma decoração de chá de panela com temática de cozinha é fácil e econômico, pois é possível aproveitar objetos que temos em casa e estejam bem conservados, como panelas, talheres e acessórios em geral, ou mesmo pedir brinquedos infantis emprestados para compor o visual do evento.

6. Chá da Alice: a história de Alice no País das Maravilhas é das mais populares e tem inspirado milhares de festas ao longo dos anos, inclusive chás de panela. O legal é deixar a imaginação rolar e escolher vários objetos decorativos coloridos e inusitados. Se possível, ter docinhos e bolo temáticos também pode contribuir muito com a decoração do evento.

Temas para chá de panela

Fonte: Elizabeth Friske Photography.

7. Flamingo e abacaxi: essa tendência colorida tem se popularizado muito como tema para chá de panela por dar um clima mais tropical ao evento. Os elementos decorativos utilizados nesta temática tornam o ambiente mais alegre, proporcionando um espaço ainda mais receptivo para um chá de panela. E se o cardápio tiver elementos mais frescos e tropicais, tudo fica ainda mais perfeito.

8. Pombinhos: muitas vezes, ouvimos casais apaixonados serem chamados de “pombinhos”. E esta pode ser uma ótima ideia para uma decoração de chá de panela, principalmente se o evento for ao ar livre. Essa temática também combina muito bem com corações e flores, que ajudam a colorir ainda mais a festa.

9. Boteco: com a popularização do chá bar, nada melhor do que investir em uma decoração que lembre este tipo de ambiente. Criar uma decoração de boteco para chá de panela não é difícil e também não sai caro, principalmente se você puder contar com a ajuda dos amigos para juntar algumas garrafas de cerveja ou emprestar caixas e mesas de marcas de bebidas.

Organização de chá de panela

Fonte: Michelle’s Party Planit.

10. Mulher Maravilha: outro tema de festa que está muito em alta entre as mulheres é a Mulher Maravilha. O interessante dele é que é possível adaptá-lo para os mais diversos tipos de evento, inclusive chás de panela, usando não só a personagem em si, como também as cores de seu uniforme e seus mais variados acessórios.

Ainda se faz despedida de solteiro

Sim! A despedida de solteiro é uma comemoração tradicional e parece que nunca sairá de moda, ainda que muitos casais não conversem sobre isso (até porque, quem geralmente as organiza são os padrinhos). Se você se perguntava se ainda se faz despedida de solteiro, saiba que este pode ser um momento bem marcante para qualquer noivo ou noiva.

Ainda se faz despedida de solteiro

Fonte: Cruise Critic.

Afinal, ela consiste em nada mais do que uma reunião de amigos que estão comemorando um enlace matrimonial com muita diversão. Essas comemorações acontecem a tanto tempo que muita gente considera esse encontro, inclusive, um rito de passagem, e que nenhuma festa de casamento está completa sem uma bela despedida de solteiro.

Não há um consenso sobre o surgimento das despedidas de solteiro, apenas se sabe que elas apareceram na Antiguidade. Alguns historiadores atribuem suas origens as festas gregas chamadas de bacanais (em homenagem ao deus Baco, do vinho), enquanto outros veem mais semelhanças com os ritos de fertilidade da Mesopotâmia.

Há outra corrente histórica que atribui o surgimento das despedidas de solteiro a costumes espartanos, em que o homem dizia adeus a sua vida de solteiro ao mesmo tempo em que jurava fidelidade a seus amigos (em tempos de guerra, ter aliados era sempre vital). É claro que tudo evoluiu muito com o tempo e, hoje em dia, essa é uma festa muito esperada por todos os envolvidos.

Festa com amigos

Fonte: Money Crashers.

No passado, a despedida de solteiro reunia o noivo e seus amigos para uma noite de diversão, em que geralmente eles saiam, assistiam a shows, bebiam, jogavam e podiam participar de várias outras atividades programadas. O que acontecia na despedida de solteiro não deveria interferir no casamento nem tão pouco ser comentado (o que acabava incomodando muitas noivas).

Porém, a mulher também conquistou seu espaço e, atualmente, é comum ver uma noiva e suas amigas comemorando uma despedida de solteira. Também há casos em que o casal prefere reunir todos os amigos e fazer uma festa mista, algo muito pouco tradicional, mas que tem se popularizado, especialmente entre os mais jovens.

Outro tipo de despedida de solteiro que tem se tornado popular são as viagens curtas, para passar um final de semana fora com os amigos, relaxando e curtindo um destino diferente. Essas viagens curtas são bem interessantes, pois permitem visitar lugares mais afastados, que o noivo ou a noiva ainda não conheçam, e desfrutar de uma infraestrutura diferenciada.

Dicas para despedida de solteiro

Fonte: CNBC.

Há também empresas e casas de festas que se especializaram em organizar despedidas de solteiro, o que pode ser bem legal se houver algum orçamento para investir nisso e um número considerável de convidados. Porém, o que mais se vê ainda é a noite de diversão organizada pelos padrinhos, que geralmente começa num bar e não tem hora para acabar (e, muitas vezes, nem um destino final).

O ideal é que o casal converse um pouco sobre o assunto para saber se está tudo bem em organizar a comemoração para que ninguém fique chateado ou se sinta enganado. Além disso, não é uma boa ideia deixar a despedida de solteiro para a véspera do casamento. Apesar de vermos muito isso em filmes, é provável que o noivo chegue muito cansado ao grande dia e curta-o muito pouco.

A despedida de solteiro também é uma destas etapas pré-casamento que não deve ser ignorada. O enlace matrimonial de um casal deve ser comemorado de todas as formas e esta é apenas uma delas. Por isso, não tenha medo de organizar e participar deste tipo de evento, pois não só ele é tradicional como também importante para muita gente.

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

A tradição da noiva jogar o buquê para suas convidadas solteiras apareceu na França, no século 14, e perdura até hoje. Esse é, geralmente, um momento muito aguardado da festa (principalmente entre as moças solteiras) e que sempre rende alguma história engraçada. Mas, há formas de tornar este momento ainda mais especial. Veja como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida.

Hora do buquê

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

Confira 8 dicas da Casuarinas para tornar a hora de jogar o buquê mais divertida:

1. Jogar um buquê diferente: muitas noivas têm pena de jogar o buquê de flores com o qual se casaram porque ele sempre acaba despedaçado. Por isso, surgiram várias opções engraçadas para substituir o buquê. A noiva pode jogar um sapinho de pelúcia, um Santo Antônio (que é o santo casamenteiro) ou até um pinguim.

Outra ideia é mandar fazer um buquê múltiplo para que várias moças sejam contempladas. Este tipo de buquê é feito para se desprender no ar, o que permite que mais de uma pessoa receba o mimo e volte para casa satisfeita.

2. Entrega direta: ao invés de jogar o buquê para trás, a noiva tem seus olhos vendados e é rodada no meio de uma roda formada pelas moças solteiras. Assim, ela não consegue saber quem está a sua frente. A noiva deve caminhar e entregar o buquê para a primeira pessoa que ela conseguir encontrar, que será a próxima a se casar. A ideia é ótima, pois assim o buquê fica preservado.

Como tornar a hora de jogar o buquê mais divertida

Fonte: Casuarinas Casa de Festas.

3. Buquê com fitas: vários pedaços longos de fita são amarrados a um buquê (que pode ser o da noiva ou um preparado especialmente para o momento). Cada solteira recebe uma ponta da fita. A música vai tocando e a noiva vai cortando as fitas de forma aleatória até sobrar somente uma moça com fita na mão.

4. Buquê trancado: a noiva coloca o buquê dentro de uma caixa que é trancada com cadeado. Em seguida, a chave é jogada dentro de um saco com várias chaves falsas. As moças solteiras escolhem uma chave para tentar abrir o cadeado e resgatar o buquê. Quem pegar a chave certa leva o buquê para casa e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

5. Buquê escondido: a noiva esconde o buquê em algum lugar da festa para que suas amigas o procurem. Na hora da brincadeira, ela pode dar pistas de onde o buquê está ou dizer se está frio ou quente para as pessoas que estiverem procurando. É bem engraçado ver tantas pessoas se mobilizando para achar o buquê da noiva e levá-lo para casa.

Organização de casamento

Fonte: Pinterest.

6. Tirar no palitinho: um buquê especial é montado, que pode receber qualquer tipo de decoração que a noiva quiser. Geralmente, os palitos vêm com corações de feltro na ponta. A noiva segura o buquê e as solteiras vão tirando os palitinhos da mão dela. Quem tirar o maior palito, ganha o buquê e, quem sabe, pode ser a próxima a se casar.

7. Batata quente: as solteiras devem fazer um círculo na pista de dança. A noiva entrega seu buquê para uma delas e o DJ solta a música. Quando a música parar, quem estiver com o buquê na mão é eliminada. Isso acontece sucessivas vezes, até que sobre somente uma moça. Mas vale lembrar que se houver um número grande de solteiras na festa, a brincadeira pode acabar sendo bem demorada.

8. Bola no teto: lembra daquelas bolas de encher enormes e cheias de brindes que eram muito usadas em festas infantis? Você pode relembrar esses bons momentos no casamento. Basta colocar um mini buquê dentro de uma bola com vários outros brindes. Quem achar o buquê primeiro leva o da noiva para casa. Quem não achar, pelo menos ganha outro brinde.