Trocar ou não os presentes de casamento

Trocar ou não os presentes de casamento

Enviar um presente de casamento faz parte da etiqueta do evento. Não é obrigatório, mas é de bom tom. Mas, e quando os noivos recebem peças repetidas ou algo que não gostam ou precisam? Será que devemos trocar ou não os presentes de casamento?

Trocar ou não os presentes de casamento

Fonte: Chilli Sauce.

É claro que ninguém envia um presente de casamento esperando que ele seja trocado, mas existem ocasiões em que é necessário fazer isso. Receber peças repetidas, por exemplo, é algo que acontece muito, mesmo quando o casal coloca uma lista numa loja. Às vezes, o vendedor não marca o item como comprado e acontece de várias pessoas acabarem enviando o mesmo presente para os noivos.

Existem casos também em que o casal, apesar de colocar uma lista numa determinada loja, acaba recebendo presentes de outras lojas, inclusive itens desnecessários, repetidos ou que não gostam. Mas, mesmo com um presente que não será usado, muitos casais ficam preocupados na hora de trocá-los, com medo da reação da pessoa que enviou o presente.

A lista de presentes de casamento é algo que reflete a personalidade dos noivos através de objetos que eles desejam ter em casa. É natural ter itens de todo o tipo e valores para que os convidados possam escolher algo que esteja dentro da faixa que podem pagar. Porém, existem pessoas que não gostam de comprar dentro dessas listas e acabam optando por ir a outra loja para comprar algo.

É claro que as listas de presentes existem para facilitar tanto a vida dos convidados quanto dos noivos: ao passo que o casal diz o que quer e precisa, os convidados podem dar algo que realmente será usado. Mas não é uma regra comprar o presente numa loja determinada, tão pouco enviar ao casal algo que esteja na lista.

Presente de casamento

Fonte: Shea Homes Blog.

E, assim, a probabilidade de que os noivos acabem recebendo presentes repetidos ou itens que não pediram é enorme. Mas, antes de reclamar de algum presente, lembre-se que é a intenção que conta, e não o presente em si. Se alguém deu ao casal algo que nem estava na lista, é provável que a intenção tenha sido das melhores e que o objeto fez a pessoa se lembrar dos noivos com carinho.

Melhor do que reclamar é agradecer o presente e guardá-lo com a embalagem original para que, posteriormente, seja possível fazer a troca. Mas esse tempo não deve ser muito longo, pois a maioria das lojas só garante a troca de um produto até 30 dias após a compra. E ele deve estar como novo, em perfeitas condições.

Trocar os presentes repetidos é muito mais fácil, principalmente se eles vieram da loja em que o casal colocou a lista de presentes. Basta juntar tudo o que deverá ser trocado, ir à loja e escolher itens que não foram comprados ou até um objeto maior. Além disso, essa troca é mais fácil de explicar, pois raramente alguém mantém um monte de itens duplicados.

A troca de presentes de casamento que o casal não gostou é algo que pode ser um pouco mais delicado. Afinal, não há a intenção de magoar ninguém. Por outro lado, manter um item supérfluo em casa nem sempre é a melhor opção. Além disso, trocar um presente de casamento não fere nenhuma regra de etiqueta, principalmente se o casal o agradeceu com educação apesar de não ter gostado.

Trocar presente de casamento

Fonte: The Manor.

Também não é legal ficar cobrando ao casal se eles gostaram do presente, se estão usando e se o objeto está enfeitando a casa (no caso de acessórios decorativos). Se o casal trocou o presente e a pessoa que o deu cobrar sobre seu uso, o mais certo a fazer é contar a verdade e explicar que o objeto foi trocado por um item que será melhor aproveitado.

Enviar um presente de casamento faz parte da etiqueta do evento e não se deve esperar nada em troca, além de um agradecimento e um convite para conhecer a casa nova.